Depoimento

Raul Gazolla revela que pensou em agredir assassina de Daniella

O ator fez a revelação em relato gravado para o documentário Pacto Brutal, da HBO Max.

Na Mira

BRASIL - Em depoimento gravado para falar sobre a morte de Daniella Perez no documentário “ Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez", da HBO Max, o ator Raul Gazolla comentou que chegou a pensar em agredir Paula Thomaz, durante o julgamento da ex-esposa de Guilherme de Pádua. Guilherme e Paula, que estava grávida, foram condenados pelo assassinato da filha da escritora Gloria Perez em 28 de dezembro de 1992.

Raul Gazolla era casado com Daniella e falou como se sentiu durante o julgamento de Paula. Eu fui no julgamento dela. Daí eu falei assim: ‘Caramba, só tem uma cerquinha desta altura e ela está a uns dez metros de mim’. Na hora eu calculei: ‘Eu pulo aqui e ninguém me pega… Ninguém me pega!’. Mas, na sequência, percebi que precisava ir embora daquele lugar”, revelou o ator.

No dia do julgamento de Guilherme de Pádua, Raul optou por viajar aos Estados Unidos. “Lembro que o julgamento foi marcado e pensei: ‘não tenho condições de assistir’. ‘Eu vou fazer uma merda. Nao posso ir’. Eu pensei: ‘preciso estar longe, então fui para Los Angeles’. Nao deu outra: naquele dia, eu queria pegar o avião e voltar, mas não tinha”, disse Gazolla.

Daniella Perez e Raul Gazolla.
Daniella Perez e Raul Gazolla.

Daniella foi assassinada em 1992, mas o julgamento de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz só ocorreu em 1997. Na época do crime, Guilherme atuava com a atriz na novela “De Corpo e Alma”. 

 

 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.