Após dois anos suspensa

Tradicional Festa de São Marçal volta a ser realizada com grupos de bumba-boi no João Paulo

Encontro de bois volta a ocorrer na Avenida São Marçal após dois anos de interrupção por causa da pandemia.

NaMira

- Atualizada em 30/06/2022 às 08h54
Primeiro grupo a se apresentar nesta quinta (30) foi o Boi Riso da Mocidade de Timon. Foto: Douglas Pinto/TV Mirante.
Primeiro grupo a se apresentar nesta quinta (30) foi o Boi Riso da Mocidade de Timon. Foto: Douglas Pinto/TV Mirante.

SÃO LUÍS - Após dois anos sem a tradicional Festa de São Marçal no João Paulo, o grande reencontro de grupos de bumba-boi volta a ocorrer na avenida principal do bairro. A festança, que em 2022 completa 95 anos, começou na manhã desta quinta-feira (30) e, no local, brincantes e moradores de todos os cantos da cidade se unem para celebrar a cultura.

Mesmo com uma jornada exaustiva dos grupos de bumba meu boi, eles encontram resistência para render as homenagens ao santo na Avenida São Marçal. Muitos deles atravessam a noite para amanhecer na avenida São Marçal e só saem depois que desfilam. 

Segundo o coordenador-geral da festa, Carlos André Costa Teixeira, cerca de 36 bois são esperados na edição deste ano, que fará homenagem ao senhor Mábio Frazão, que por muitos anos foi o organizador da festa. O primeiro grupo a se apresentar nesta quinta foi o Boi Riso da Mocidade de Timon.

Dia de São Marçal tem festa no João Paulo. Foto: Douglas Pinto/TV Mirante.
Dia de São Marçal tem festa no João Paulo. Foto: Douglas Pinto/TV Mirante.



O Exército Brasileiro disponibilizou espaços onde vão ficar o posto de saúde, carros do Corpo de Bombeiros, do Samu e brigadistas. Também haverá o caldinho de feijão para distribuir para o povo. A Polícia Militar também acompanha a movimentação.

Em sua 95ª edição, a Festa de São Marçal é uma iniciativa espontânea dos grupos, e desde 2015 conta com o apoio do governo do Maranhão, que oferece palco, som e segurança para o encontro.

Embora a Festa de São Marçal seja tradicionalmente a que encerra o período junino, no Maranhão, o encerramento do maior São João do Brasil será apenas no dia 31 de julho, com apresentações em diversos arraiais da ilha.

Início da pandemia

No dia 30 de junho de 2020, houve uma carreata realizada pelo Boi da Maioba, que percorreu João Paulo e Filipinho, entre outros bairros da capital para homenagear São Marçal e também em substituição à tradicional Festa de São Marçal, já que naquele ano o mundo parava de promover aglomerações para conter a pandemia do coronavírus. A concentração dos participantes ocorreu na Praça Maria Aragão, na região central da cidade

Histórico

A festa em homenagem a São Marçal teria surgido a partir da proibição aos grupos de bumba meu boi de seguirem para a área do centro da cidade, sob pretexto de manutenção da segurança, ordem e tranquilidade, em razão da discriminação contra a cultura popular. Como a polícia não permitia que os brincantes passassem do Areal do João Paulo, o local se tornou ponto de encontro dos grupos e foi se consolidando a cada ano e se expandindo.

 Também há outra versão que o primeiro encontro de bois no João Paulo ocorreu em 29 de junho de 1928, quando os batalhões do Sítio do Apicum, o Boi do Lugar dos Índios, do povoado de São José dos Índios, em São José de Ribamar, (e talvez o Boi da Maioba) se reuniram sob o pedido de José Pacífico de Moraes, comerciante, apreciador da cultura popular, que resolveu reproduzir, em seu bairro, um encontro que já ocorria desde o ano de 1924, todo dia 29, em honra a São Pedro, na então Vila do Anil. Com o passar dos anos, a brincadeira foi se multiplicando e sua aceitação nos bairros urbanos foi aumentando. 

O encontro ocorreu todos os anos até 1949, quando se transferiu para o Monte Castelo, ficando lá somente um ano. Depois, foi para o Bairro de Fátima, e passou por outros bairros até retornar ao João Paulo, em 1959. Somente na década 1980, a festa ganhou a forma que tem atualmente

Alteração no trânsito na região

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informou que, por conta do tradicional Festejo de São Marçal, o trânsito foi interditado no local e no entorno, desde as 22h dessa quarta-feira (29) e assim permanecerá até às 23h59 desta quinta. Há intervenções nas avenidas São Marçal, Getúlio Vargas e na Kennedy (próximo ao Colégio Gonçalves Dias).

A interdição também inclui as ruas transversais dessas áreas e ficam da seguinte forma: para os condutores que se dirigirem no sentido bairro-Centro pela Avenida São Marçal, o trânsito será desviado pelo bairro Jordoa, pela Rua Frei Caneca, acessando à Rua 5 de Janeiro até o Elevado Alcione Nazaré, seguindo pela Avenida dos Franceses com destino ao Centro da cidade.

Já para quem transita no sentido Centro-bairro, serão feitos os seguintes desvios: para os condutores que vêm pela Avenida Kennedy, o tráfego será desviado para a Rua Armando Vieira da Silva (em frente ao Colégio Gonçalves Dias), seguindo em direção à Avenida Getúlio Vargas. Os condutores deverão seguir pela Avenida dos Franceses.

Nestes locais, serão feitas interdições e desvios de tráfego por intermédio de cavaletes, condões e cones, com apoio e orientação dos agentes de trânsito em locais estratégicos ao longo do percurso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.