Polêmica

Após surto por abstinência, ex-Malhação ameaça matar o pai

Sérgio Hondjakoff já admitiu ter problemas com drogas e o alcoolismo.

Na Mira

Após surto por abstinência, ex-Malhação ameaça matar o pai
Após surto por abstinência, ex-Malhação ameaça matar o pai (Foto: Reprodução)

BRASIL - O ator Sérgio Hondjakoff, de 37 anos, conhecido por interpretar o personagem ‘Cabeção’ da novela 'Malhação' nos anos 2000, da TV Globo, apareceu nas redes sociais na última segunda-feira (6), visivelmente alterado durante uma live no Instagram.

O ator, que estava em uma provável crise de abstinência, estava revoltado porque queria a quantia de R$ 1 mil para ir a São Paulo, mas o pai, Seu Francisco, não queria dar o dinheiro. Sérgio diz que o pai tem a obrigação de lhe fornecer a quantia, pois caso contrário, seria obrigado a matá-lo.

"Fala, galera, beleza? Eu tô aqui pancadão e tá todo mundo aqui querendo me f***r. Eu tô pedindo mil reais para o meu pai pra ir pra São Paulo e ele não quer me dar. Eles querem que eu seja internado contra a minha vontade porque eu dei uns 'tequinhos' e eu fico muito louco", disse Sérgio, se referindo-se ao uso de cocaína.

Logo depois, o ator mostra um bastão e ameaça o pai. “Pai, se você não me der mil reais eu vou ser obrigado a te matar, né? Você prefere que você me dê mil reais ou que eu te mate? Você é obrigado a me dar mil reais”, diz Sérgio. As imagens já foram apagadas das redes sociais do ator.

Hondjakoff já admitiu ter problemas com drogas e o alcoolismo. Durante uma entrevista ao Domingo Espetacular da emissora Record TV, Sérgio contou sobre as consequências do vício e falou sobre o período em que ficou internado em uma clínica de tratamento para dependentes químicos.

O ator estava internado no ano passado em uma clínica de reabilitação em Pindamonhangaba (SP) para tratar o vício em drogas. Porém, em agosto, Ministério Público de São Paulo (MPSP) e a Polícia Civil de São Paulo interditaram e fecharam o local, após denúncias de que a clínica mantinha os pacientes em cárcere privado.

Sérgio chegou a negar que estava entre os 46 pacientes da clínica, no entanto, em seguida, o ator admitiu ter mentido pois estava envergonhado com a internação e os vícios e queria preservar a família e o filho, Benjamin, que na época estava com apenas 1 ano e 1 mês de idade.

"Fui internado porque foi preciso e menti para preservar minha família e, principalmente, o meu filho que só tem um aninho de idade. Tudo o que está nas redes da internet fica lá para sempre e menti porque não queria que o meu filho não tomasse conhecimento um dia desse fato depois de ele ter nascido. Peço que entendam a minha situação e que me perdoem", contou.

“Realmente, eu fiquei um pouco envergonhado com tudo o que estava acontecendo, aquela exposição toda. Não soube o que fazer, queria preservar o meu filho. Buscava um momento de paz comigo mesmo, para dar tempo ao tempo, as coisas se clarearem naturalmente. Se ficasse na casa do meu pai, ia ter vontade de beber de novo”, finalizou Sérgio.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.