Na Grande Ilha

Espetáculo 'As Três Fiandeiras' abre programação do Teatro de Vitrine nesta segunda-feira (29)

Peça, gratuita, ocorre no teatro Xama, no bairro Araçagi.

Na Mira, com informações da assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h59
O espetáculo gira em torno do desafio de três atrizes, Beatriz, Isadora e Isabel, em transformar um espetáculo que foi um fiasco de bilheteria em uma nova produção.
O espetáculo gira em torno do desafio de três atrizes, Beatriz, Isadora e Isabel, em transformar um espetáculo que foi um fiasco de bilheteria em uma nova produção. (Foto: Divulgação / Teatro de Vitrine)

SÃO LUÍS - A noite de abertura da 2ª edição do projeto cultural Teatro de Vitrine ocorre nesta segunda-feira (29) e traz ao público, de forma gratuita, a premiada peça 'As Três Fiandeiras'. O projeto será realizada no Xama Teatro, localizado no bairro do Araçagi, em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís.

O espetáculo gira em torno do desafio de três atrizes, Beatriz, Isadora e Isabel, em transformar um espetáculo que foi um fiasco de bilheteria em uma nova produção.

A história pessoal das atrizes se junta às narrativas das rendeiras Das Dores, Chica e Zezé. A história da mãe de Ribamar - Chica, uma rendeira que é mãe de um filho que saiu para pescar em alto mar e não retornou - se entrelaça com o desafio das atrizes: é preciso ir buscar o filho desaparecido assim como é preciso montar um novo espetáculo.

“Essa peça traz um grande aprendizado pra mim. Nós começamos a montar o espetáculo em 2013, passamos dois anos montando e, nesse meio tempo, nós tecemos vida e arte. Nossa própria vida foi se tramando e se entrelaçando com a arte”, conta a atriz Gisele Vasconcelos, que protagoniza a peça ao lado das atrizes Rosa Ewerton e Renata Figueiredo.

A peça teatral As Três Fiandeiras já foi vencedora de algumas premiações como Prêmio Nascente USP e Prêmio Sesc Amazônia das Artes.

Sobre o Teatro de Vitrine

A 2ª edição do Teatro de Vitrine será realizada no Xama Teatro, localizado no bairro do Araçagi, de 29 de novembro a 02 de dezembro, às 20h30. Serão quatro dias de apresentações, com um espetáculo maranhense em cada dia do evento.

Os ingressos para os espetáculos podem ser retirados, de forma gratuita, por meio do Sympla (clique aqui).

Seguindo as medidas sanitárias em razão da pandemia de Covid-19, serão distribuídas máscaras descartáveis e álcool em gel ao público. A disposição das cadeiras no local seguirá o nível de distanciamento recomendado. Além disso, o comprovante de vacina contra o novo coronavírus será exigido na entrada do evento.

Veja a programação completa:

As Três Fiandeiras - 29 de novembro (20h30)

O fazer teatral e a história pessoal das atrizes se juntam às narrativas das rendeiras Das Dores, Chica e Zezé. A história da mãe de Ribamar - Chica, uma rendeira que é mãe de um filho que saiu para pescar em alto mar e não retornou - se entrelaça com o desafio das atrizes: é preciso ir buscar o filho desaparecido assim como é preciso montar um novo espetáculo.

Um Rapaz Apressado – 30 de novembro (20h30)

Um rapaz bate às 2h da manhã na porta de um senhor e pede a mão da filha dele em casamento. Dinamizando o estilo clássico e mesclando com o moderno, o espetáculo promove o encontro de exageros cômicos atemporais.

Tique-Taque – 1º de dezembro (20h30)

Dona Virgínia é muito rígida e seca, valoriza a tradição, enquanto Eva tem o espírito livre, vê o mundo de forma colorida e poética. Destinado a infância, o espetáculo é baseado no afeto, memória e no fantástico universo da vovó e da netinha. Quanto mais o tempo passa, as duas enxergam suas diferenças, se

estranham e caminham para uma combinação das suas visões de mundo.

Diário de um Comedor de Leite em Pó – 02 de dezembro (20h30)

Na noite de encerramento, o comediante maranhense Carlos Pulico apresenta ao público o seu mais novo show solo de stand-up comedy.

Sabe aquelas aventuras da nossa infância e adolescência? Aquelas que envolviam irmãos, mãe, pai, primos, amigos de rua… Brincadeiras, travessuras, e os conselhos dos pais e professores… tudo está no show de um jovem maranhense saído de Apicum Açu e da Ilha dos Lençóis que comia escondido muito leite em pó.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.