Luto

Morre Sidney Poitier, primeiro ator negro a ganhar o Oscar

A causa da morte não foi informada.
Na Mira07/01/2022 às 15h17
Morre Sidney Poitier, primeiro ator negro a ganhar o OscarEm 2009, o presidente Barack Obama concedeu uma medalha presidencial ao ator. (Foto: divulgação)

EUA - O mundo se despede de uma das maiores lendas do cinema mundial nesta sexta-feira (7). Foi confimada por meio do ministro das Relações Exteriores das Bahamas a morte do ator norte-americano Sidney Poitier, artista que ficou conhecido por ser o primeiro intérprete negro a ganhar o Oscar de Melhor Ator. A causa da morte não foi informada.

Sidney se tornou um nome importante no cenário artístico por interpretações que ficaram marcadas na história do cinema e pela luta pelos direitos civis de 1960. Ele fez carreira nos Estados Unidos, mas sempre deixou claro o seu amor pelo país dos seus pais, as Bahamas, e chegou obter a dupla nacionalidade americana e bahamense.

O primeiro sucesso na carreira de Sidney Poitier foi ao lado de Tony Curtis em The Defiant Ones. O longa-metragem se tornou um sucesso de crítica e rendeu indicações para os dois atores ao Oscar. Na quela ocasião, em 1958, foi a primeira vez que um ator negro concorreu à categoria de Melhor Ator.

O reconhecimento maior veio somente em 1963, com o filme "Uma Voz nas Sombras". "Se você quisesse o céu, eu escreveria no céu em letras que chegariam a trezentos metros de altura. Para o senhor com amor. Sir Sidney Poitier R.I.P. Ele nos mostrou como alcançar as estrelas. Minhas condolências à família dele e a todos nós também." disse a atriz Whoopi Goldberg.

O trabalho de Poitier chegou a ser reconhecido por Martin Luther King Jr após o ator ajudar a organizar a Marcha em Washington em 1964, famosa pelo discurso “Eu tenho um sonho”. “Ele é um homem de grande profundidade, um homem de grande preocupação social, um homem que se dedica aos direitos humanos e à liberdade. Aqui está um homem que, em as palavras que tantas vezes ouvimos agora, é um irmão de alma”, comentou King.

Além de ator, Poitier também trabalhou como diretor ao lado de Harry Belafonte e Bill Cosby em "Aconteceu num Sábado", de 1974, e Richard Pryor e Gene Wilder em "Loucos de Dar Nó", de 1980.

Um dos últimos astros vivos da Era de Ouro de Hollywood, Sidney recebeu uma homenagem em 2022. Ele ganhou um Oscar pelo Conjunto da Obra, por sua contribuição ao universo cinematográfico.

A última aparição do ator foi em 2014, ao lado de Angelina Jolie, apresentando o prêmio de Melhor Diretor. Sidney Poitier foi aplaudido de pé pelo público do Oscar.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.