Polêmica no Cinema

Bertolucci confessa estupro de Maria Schneider em cena de Último Tango em Paris

Em entrevista o diretor conta que ele e Brando planejaram a cena da manteiga.
Na Mira 05/12/2016 às 17h00

MUNDO - O diretor italiano Bernardo Bertolucci, confessou que a famosa cena da manteiga do filme Último Tango em Paris foi planejada e realizada sem o consentimento da atriz Maria Schneider, que na época tinha 19 anos. Bertolucci revelou ainda se sentir culpado, mas não arrependido.

A entrevista é de 2013, mas só veio à tona agora. Quase 45 anos após a produção de Último Tango em Paris, a revelação de que a atriz sofreu realmente uma violência sexual em frente às câmeras gerou polêmica na web e mudou a percepção de muitos fãs sobre o filme.

Veja a entrevista:

"Pobre Maria, morreu há dois anos. Depois do filme não voltamos a nos encontrar, pois ela me odiava. A sequência da manteiga foi uma ideia que tive com Marlon na manhã da gravação, mas agi de maneira terrível com Maria, pois não a deixei a par do que aconteceria. Queria sua reação como menina, não como atriz. Queria sua reação àquela humilhação, seus gritos 'não, não!'. Ela ficou com ódio de mim e de Marlon porque não contamos do detalhe do uso da manteiga como lubrificante", diz o diretor no vídeo.

Após o lançamento do filme, a atriz Maria Schneider ficou traumatizada, teve depressão e tentou suicídio diversas vezes. Ela não conseguiu mais estabilizar sua carreira como atriz , se viciou em drogas e faleceu em 2011, vítima de um câncer.

Bertolucci ainda disse na entrevista que se sentiu culpado, mas não arrependido do que fez. “Fazendo filmes, quando queremos obter alguma coisa especial, devemos ser completamente livres. Não queria que Maria dramatizasse sua humilhação, sua raiva. Queria que ela sentisse de verdade e por isso ela me odiou durante toda sua vida", contou.

Alguns atores atrizes e diretores se pronunciaram sobre a polêmica. Veja alguns comentários:

Chris Evans: "Uau, nunca verei esse filme, Bertolucci ou Brando da mesma maneira. É mais que deplorável. Sinto raiva".

Jessica Chastain: "Para todos que amam esse filme - vocês estão vendo uma garota de 19 anos ser estuprada por um velho de 48. O diretor planejou o ataque. Me sinto mal".

Ava DuVernay: "Imperdoável. Como diretora, mal posso compreender. Como mulher, me sinto horrorizada, enojada e enfurecida".

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.