Cultura Geek

Cosplayer fala sobre preparativos para o On pix

O artista mirim Tomás Barreto comentou sobre o universo do cosplay e suas experiências no eventos desse segmento.
Imirante.com22/05/2019 às 08h00
Cosplayer fala sobre preparativos para o On pixFazendo cosplay do Dustin (Stranger Things) o jovem já criou um número de fãs que buscam por suas aparições pelas mídias sociais. (Foto: De Jesus/ O Estado)

O termo cosplay surgiu da fusão de duas palavra em inglês: costume (fantasia) + play (brincar). De acordo com isso, já dá pra entender um pouco do que consiste essa arte, certo? O alvo principal do cosplayer é se fantasiar de personagens fictícios da cultura pop e tentar ficar o mais parecido possível com aquela figura. Em São Luís, existem vários artistas que trabalham nesse segmento e ganham notoriedade a nível nacional, como é o caso do garoto Tomás Barreto, de 12 anos. A repercussão de sua homenagem ao personagem Dustin Henderson (Stranger Thing) foi tão grande que ele chegou a viajar para a Comic Con Experience, em São Paulo, como convidado ilustre da Netflix.

O cosplay é inspirado na ideia do Do It Yourself (“Faça Você Mesmo”, em português), ou seja, quem participa a maioria das vezes produz suas próprias indumentárias para a caracterização do personagem. O primeiro cosplay de Tomás foi feito para a Comic Con Brasil, em 2015, interpretando o Coringa (Batman) e fez com que o garoto chamasse a atenção de diversas pessoas no evento. "Percebi que acertamos na escolha do personagem logo quando saí vestido de Coringa do banheiro. Um senhor que estava trabalhando na limpeza do local correu para tirar uma foto comigo e daí em diante passei horas tirando fotos com inúmeras pessoas. Foi incrível!"., disse Tomás.

E não é fácil encarar a rotina de um cosplayer profissional. A psicóloga Barbara Barreto, mãe de Tomás, comenta que além dos gastos para montar a fantasia ideal, a participação em eventos se torna até cansativa para o artista mirim. "Já aconteceu da gente ficar sem almoçar e muitas vezes nem aproveitamos para o curtir tanto os eventos para atender as pessoas que querem fotos com o Tomás. Os gastos também são grandes e a família precisa estar junta nessa missão.", comenta.

Tomás vai ao On Pix, e você?

Com a chegada da primeira edição do On Pix, que será realizada dia 25 de maio, no Centro de Convenções do Sebrae, em São Luís, o Tomás já se prepara para levar sua arte até o evento. O artista falou sobre a importância desse tipo de projeto ser realizado na capital maranhense. "Por muitas vezes, nós precisamos fazer um esforço gigantesco para viajarmos aos eventos nacionais, como a Comic Con Experience, por exemplo. É muito bom ter o On Pix em São Luís, algo na nossa terra, que possa ressaltar a paixão que temos pela cultura geek e que arrebata milhares de fãs ao redor do mundo todo. Estou ansioso para esse dia chegar.", explicou.

Vale destacar que Tomás Barreto já "mitou" bastante no meio dos cosplayers. O pequeno maranhense já conheceu diversos artistas famosos no Brasil e no mundo e até chegou a se encontrar com os atores de Stranger Things na Comic Con Experience. Veja:

O Guia de Como Atuar no Universo Cosplay

Trabalhar com cosplay já é algo tão popular no Brasil que existem setores específicos para você escolher, caso queira entrar nesse mundo. O cosplay profissional surgiu como uma alternativa para uma brincadeira que traz apenas gastos, até porque não é nada fácil montar as fantasias. E por mais duro que seja ler isso, é um pouco difícil ficar rico fazendo cosplay, principalmente no Brasil.

Entretanto, entre essa junção da arte por amor e a profissionalização nesse segmento, há formas diferentes de se trabalhar no meio, como presença em festas infantis, vender fotos suas montadas ou até mesmo montar e revender as fantasias. Entenda:

Cosmaker

Ser um cosmaker é como ser o artesão desse setor. É esse profissional que vai se especializar em criar fantasias e modelos que são um sucesso. Apesar de ser um trabalho cansativo e detalhista, além de precisar esbanjar criatividade, o cosmaker tem o seu brilho único por ter a habilidade de montar figurinos bem próximos dos personagens reais.

Promoter

Embora não seja tão comum no Brasil, esse pode ser um investimento em longo prazo. Nos Estados Unidos, por exemplo, é comum ver empresas contratando pessoas para fazer cosplay de um personagem de determinada franquia. Assim, você acaba indo em todos os eventos da marca, ganhando por hora.

Cosplayers Famosos

Apesar da maioria das pessoas entrarem no cosplay por amor, já existem diversos artistas que transformam isso em um negócio, se tornando um cosplayer famoso. Figurinos que são realmente bem parecidos com os originais e interpretações que chamam a atenção do público que frequenta eventos como o On Pix pode fazer que você entre para o mercado, vendendo participações em aniversários, festas e até presença VIP em eventos e várias outras coisas.

Enfim, seja por hobby ou para buscar um nível profissional, o que importa é se divertir da melhor maneira. Para isso, está chegando o grande dia do On Pix e garanta já o seu ingresso clicando aqui.


Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.