Dia das Mães

Especial Dia das Mães: a internet na interação entre mãe e filho

Conheça a história de uma mãe que usa a internet, para matar a saudade do seu filho que mora em outro país.
Brígida Andrade / Na mira13/05/2018 às 07h11
Especial Dia das Mães: a internet na interação entre mãe e filhomãe

Chegou o Dia das Mães! Hoje é uma data especial, em que homenageamos aquela que sempre cuidou de nós com tanto carinho. Nesta cobertura especial, contamos a história de uma mãe que usa a internet, para matar a saudade do seu filho que mora em outro país.

É o caso da médica pediatra Dra. Maria de Fátima Andrade Calderoni, que enfrentou o desafio de ficar longe do seu filho, Víctor. O jovem decidiu seguir o seu sonho, e se mudar para Nova York, nos Estados Unidos.

“Eu já vinha me preparando, porque o Víctor sempre falou que queria sair do país. Concluiu o curso na faculdade, mas com o desejo de ir embora”, comentou.

Fátima contou, que seu filho recebeu um convite de um amigo que morava em Nova York, juntamente com uma proposta de emprego, e que tomou a decisão de se mudar para a cidade, no início de dezembro, em 2004.

Ela o apoiou, comprando as passagens em uma agência. O processo não foi fácil, o que era uma imensa alegria para o filho, ao mesmo tempo era uma grande tristeza para os pais. “Por mais que já houvesse aquele aviso dele em relação ao sonho, quando chegou o dia de fato, foi muito triste a despedida no aeroporto. O pai dele sofreu, foi muito difícil a primeira semana sem o Víctor”, revelou.

“A gente como mãe, tem que dar suporte e acompanhar os filhos, mas também deixar com que eles criem asas, e cuidem da sua própria vida”, disse ao ser questionada pelas amigas.

A mãe de três filhos, também viveu a mesma situação com as outras duas. Natália, a filha mais nova, passou um tempo fora no Rio de Janeiro, para estudar Cinema. E Sofia, a do meio, já morava em São Paulo, pois estava fazendo residência médica. Durante cinco anos, Fátima ficou sem os filhos em casa.

Para matar a saudade do filho que mora em outro país, a médica faz uso de aplicativos. “Nos falamos todos os dias pelo FaceTime, e conversamos muito no Whatsapp, que é a minha principal ferramenta de comunicação com ele. Ele me liga quando estou no plantão, no consultório, a gente se fala diariamente!”, contou.

Quando perguntada sobre o momento mais difícil, Fátima explicou que foi durante o processo de adaptação do filho em Nova York. “Ele chegou em um período frio, estava nevando. No início houve muita dificuldade, ele emagreceu bastante. Isso me apertou muito o coração, e só não fui buscá-lo, porque ele não me passou essas informações. Fiquei sabendo dois anos depois por intermédio dos amigos, quando fui visitá-lo pela primeira vez”, disse.

Fátima falou ainda sobre o real significado de ser mãe: “Nos dias de hoje, temos uma vida muito conturbada, em que a mulher precisa se dividir entre o “ser mãe”, e ser provedora da casa junto ao marido. Muitas vezes, a mulher, é o esteio da casa. Eu sou mãe e, também pediatra. Vejo esta realidade no consultório. Lido com pacientes, com crianças, e vejo o quanto as mães se desdobram para dar conta de cuidar dos filhos. Ser mãe, é estar presente em todos os momentos que você puder na vida do seu filho. E muitas das vezes, temos que abdicar do trabalho. Não é só dar comida, mas sim, cuidar para que a criança se torne independente”, explicou.

“Outra coisa muito importante, que procuro passar para as mães no consultório, é que elas precisam assumir o seu papel. Acompanhar de perto o crescimento da criança, que muda todos os dias. Hoje ela está de um jeito, amanhã já apresenta um movimento que não fazia, uma palavra que não falava, uma expressão nova. Organizar o tempo de trabalho, e tirar um momento para o filho, brincar com ele, ir ao cinema, sentar à mesa para almoçar, são coisas que fazem a diferença no cotidiano”, comentou.

Em relação à programação de domingo, Fátima falou que o plano é estar junto com a família, reunir os quatro netos, a sua mãe, e comemorar todo mundo junto, com a presença também do Víctor, que sempre participa de datas comemorativas, interagindo através do FaceTime.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.