Troca de farpas

Presidente da Fundação Palmares rebate críticas de Alcione e a chama de "barraqueira"

Cantora maranhense criticou postura de Sergio Camargo em uma live com a cantora Teresa Cristina.
Na Mira04/06/2020 às 22h03
Presidente da Fundação Palmares rebate críticas de Alcione e a chama de "barraqueira"Alcione e Sergio Camargo trocaram críticas. (Reprodução)

O presidente da Fundação Palmares, Sergio Camargo, utilizou seu perfil no Twitter para responder às criticas da cantora maranhense Alcione na noite desta quinta-feira (4). Em uma live com a cantora Teresa Cristina na última terça-feira (2), Alcione registrou seu descontentamento com a postura de Sergio, que chamou o movimento negro de "escória maldita".

“Alcione, vê se enxerga! Admiro Jessye Norman, umas das maiores cantoras de ópera da história da música, não uma barraqueira que incita ao crime e à violência contra um negro que tem opiniões próprias. Desprezo suas declarações, assim como sua insuportável ‘música’!”, criticou Sergio Camargo.

Durante a conversa com Teresa Cristina, Alcione entoou cânticos da umbanda, crença de matriz africana, deu sua opinião sobre religião e criticou os comentários de Sergio Camargo. Nas redes sociais e em entrevistas, o presidente da Fundação Palmares relativizou temas como a escravidão e o racismo no Brasil, criticou o Dia da Consciência Negra, falou em demitir "esquerdistas" e usou o termo "macumbeira" para se referir a uma mãe de santo.

"Vi uma matéria daquele 'Zé ninguém' lá da Fundação Palmares. Ainda dou na cara dele, minha colega, para parar de ser um sem noção. A gente vê tanto sofrimento. Você vê os negros americanos naquela batalha, por causa daquele senhor que morreu (George Floyd). Vemos as coisas que acontecem no Brasil, com bala perdida e tudo. Então, a gente vê uma pessoa da nossa cor falando uma besteira daquelas, tenho vontade de arrancar da televisão e encher de porrada para virar gente”, declarou Alcione.

Solidariedade

Poucas horas depois da resposta de Sergio Camargo, o ator Cesar Boaes utilizou o perfil no Instagram para prestar solidariedade a Alcione. "Nosso total apoio e gratidão a nossa madrinha. Ela é um patrimônio cultural desse país, ela não é uma qualquer, respeita essa pequena, essa pequena é danada. Nosso repúdio ao desrespeito com a grande cantora maranhense", afirmou Cesar.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.