Em breve 40 anos

Cleo Pires fala sobre sua vida e celebra a chegada dos seus 40 anos

A atriz é vítima constante do machismo.

Na Mira

Cleo Pires fala sobre sua vida.
Cleo Pires fala sobre sua vida. (Foto: Divulgação / Globo)

BRASIL - Neste domingo (2) a atrzi Cleo Pires completa seus 40 anos. A atriz possui anos de carreira no currículo, com grandes produções, mas que precisou esconder seu lado mais exibicionista e de quem gosta de coisas sensuais e sexy, por medo de ser objetificada.

"Então, durante muito tempo, abafei esse meu lado mais exibicionista e que gosta de coisas sensuais e sexy, porque eu não queria ser objetificada, não queria ser usada dessa forma. Chegou um momento que para mim não era justo não poder expressar as coisas que sentia legitimamente dentro de mim, as minhas vontades, os meus desejos estéticos e ideológicos, de não viver isso por causa de uma sociedade que ia me objetificar. A capa da Playboy foi esse marco para mim", disse Cleo em entrevista com a revista Quem.

Segundo Cleo, não fazia sentindo ela camuflar a realidade do que o seu corpo era no momento. "Eu não estava preocupada com a perfeição ou que era considerado perfeito, estava preocupada em quebrar aquele paradigma dentro da minha cabeça. E sabendo que muitas vezes eu estava ali vivendo meus desejos e quebrando paradigmas para mim, mas ao mesmo tempo eram fotos que podiam ser usadas de forma velada para oprimir outras mulheres, porque isso acontece. Eu não queria que as pessoas vissem uma coisa plastificada, não que eu seja contra, mas eu não queria, não era o intuito do momento", frisou a atriz.

Após fazer parte da capa da Playboy, a atriz se libertou das amarras que tinha, sem medo dos julgamentos que iria sofrer, mas não queria ser objetificada. “Eu já era um mulherão. Mas (...) não queria ser vista como se eu tivesse valor por causa da minha sexualidade ou da minha beleza ou do que normalmente a sociedade usa em relação às mulheres para que elas tenham valor”.

A atriz afirmou que com a chegada dos 40 anos, a idade não tem feito ela avaliar, pois ao longo de sua vida sempre teve os mesmos costumes. Sou muito libriana nesse aspecto, sempre ponderei muito como tinha sido o meu trajeto até onde eu estava, o que queria para depois. De fato, amadurecer tem sido muito bom. Eu não trocaria meus 40 pelos meus 20, nem pelos meus 30 e por nenhuma outra idade".

De acordo com Cleo, o tempo fez com que ela entenda melhor seus processos, com que fique mais à vontade com a existência e ir de encontro a muitas coisas da sua essência, que vivendo e sobrevivendo, às vezes, são deixadas para trás sem querer.

“A idade só me faz ficar mais próxima da minha essência, então realmente não tem um peso para mim. Não é: 'ai, quero dizer que não tem peso porque todo mundo diz [que tem]', não é isso. É porque me sinto muito melhor e muito mais feliz, muito mais bonita e muito mais legal, e muito mais em sintonia com os meus valores do que antigamente”, resaltou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.