Violência contra a mulher

Klara Castanho revela que engravidou após estupro e entregou bebê para adoção

Atriz de 21 anos divulgou uma carta em seu Instagram na noite deste sábado (25).

Na Mira

A atriz Klara Castanho.
A atriz Klara Castanho. (Reprodução / Instagram)

SÃO PAULO - A atriz Klara Castanho, de 21 anos, divulgou uma carta aberta em seu perfil no Instagram na noite deste sábado (25), revelando que engravidou após ser vítima de um estupro e decidiu entregar o bebê diretamente para a adoção. Klara relatou o caso após ter seu nome associado a um rumor e ficar entre os assuntos mais comentados nas redes sociais.

Na carta, Klara Castanho falou sobre a violência sofrida e suas consequências, além de revelar que não registrou um boletim de ocorrência por se sentir envergonhada e culpada. A atriz também relatou ter sofrido uma série de violações por parte de equipes médicas, antes e depois do parto, que ocorreu pouco tempo após a gravidez ser descoberta.

Klara Castanho informou ainda que entrou em contato com uma advogada e fez todos os trâmites legais para fazer a entrega direta da criança para a adoção, mesmo tendo direito a fazer um aborto legal, de acordo com a lei brasileira. A entrega voluntária para adoção está prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e permite que uma gestante ou mãe entregue seu filho ou recém-nascido para adoção em um procedimento assistido pela Justiça.

"Tudo que eu fiz foi pensando em resguardar a vida e o futuro da criança. Cada passo está documentado e de acordo com a lei. A criança merece ser criada por uma família amorosa, devidamente habilitada à adoção, que não tenha lembranças de um fato tão traumático", afirmou Klara.

No último trecho da carta, Klara Castanho diz que está recebendo apoio da família, que vai tentar se reconstruir da violência sofrida e pediu privacidade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.