Conexão Musical

Praça Deodoro será palco do Festival BR-135 Instrumental

Evento terá duas etapas, uma neste mês e a outra no segundo semestre. A primeira terá shows abertos na Praça Deodoro e oficinas no Palacete Gentil Braga, centro da capital maranhense, neste fim de semana

Pedro Sobrinho / Jornalista

- Atualizada em 17/05/2022 às 20h04
Banda de Pífanos Caju Pinga Fogo (PI) no Line-Up do Festival BR-135
Banda de Pífanos Caju Pinga Fogo (PI) no Line-Up do Festival BR-135 (Divulgação)

O Festival BR 135 Instrumental está de volta e traz uma programação que vai reunir 17 atrações musicais em sua primeira etapa do ano. Em sua quarta edição, o evento ocupa a Praça Deodoro, símbolo dos grandes encontros da cidade, no fim de semana de 21 e 22, sempre das 17h às 23h. Toda a programação é gratuita e em espaço aberto para todos os públicos.

Além dos palcos e espaços por onde circularão os artistas da música, o evento terá a já tradicional feirinha criativa, com food trucks, bike lanches, brechós, sebos de livros e vinis, comércio de artesanato e outros produtos ligados ao universo da arte.

- O BR135 Instrumental deste ano é um convite à alegria e também à cidadania, com arte, sim, mas também cuidando da praça que é um dos espaços mais bonitos e importantes da cidade. E o que não vai faltar é boa música, com grandes artistas maranhenses e de vários cantos do Brasil, além de uma banda do Chile - afirma Luciana Simões, realizadora do BR Instrumental, ao lado de Alê Muniz.

O palco principal será montado na área da praça onde ficava o antigo coreto e um segundo palco será montado na área da feirinha, em frente à Biblioteca Pública. É lá que serão apresentadas as performances de DJs, como o Coletivo Magnética, formado só por meninas; do mímico Gilson César e do grupo Maratuque Upaon Açu, dentre outras atrações.

Memória

O BR Instrumental estreou em 2017 como uma primeira etapa do Festival BR135 daquele ano, quando ocupou o Mercado das Tulhas e o palco da Praça Nauro Machado, em São Luís. A segunda edição ocupou a Concha Acústica da Beira-Rio, em Imperatriz (2018), sul do Maranhão, saindo da ilha rumo ao sertão e fazendo a conexão da BR-135 com a BR-010. Em 2021 voltou a São Luís em uma edição menor – devido aos cuidados necessários para prevenção da covid-19 – na Escadaria do Giz.
“Foi a primeira ação do festival fora da capital maranhense, movimento natural de um projeto que nasceu com o propósito de movimentar a cena local por meio da troca de experiências com os diversos setores do mercado da música, construindo pontes e diálogos. E agora, para compensar a ausência durante o período mais difícil da pandemia, estamos de volta em dose dupla e com muita saudade de ver a praça ocupada com arte”, diz Alê Muniz.
Além da programação na praça, esta edição conta com duas oficinas formativas, que serão realizadas no Palacete Gentil Braga (na esquina da Rua do Passeio com a Rua Grande), no sábado, 21, das 13 às 16h30. Discotecagem, com a DJ Donna; e Construção & Iniciação Musical do Pífano, com a Banda de Pífanos Caju Pinga Fogo.
BR135 INSTRUMENTAL 2022

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.