Troca de Ideia

EP Pedras de César Nascimento está disponível nas plataformas de música

Em conversa com o jornalista Pedro Sobrinho, o músico maranhense, residente no Rio de Janeiro, destacou as quatro faixas do disco. Ele disse que desembarca em fevereiro, em São Luís

Pedro Sobrinho / Jornalista

- Atualizada em 25/01/2023 às 23h41
César Nascimento disponibiliza EPedras. na internet. Foto: Divulgação
César Nascimento disponibiliza EPedras. na internet. Foto: Divulgação (Divulgação)

CÉSAR NASCIMENTO disponibilizou, nesta quarta-feira (25/1), nas plataformas de música o EPedras.

Trata-se do músico maranhense, residente em PETRÓPOLIS, região serrana do RIO DE JANEIRO, totalmente dedicado ao ritmo jamaicano, composto por quatro músicas. Todas elas foram gravadas no Estúdio Chalezinho Amarelo, em Petrópolis - RJ.

Constam no repertório do EP as seguintes canções: “DEIXA A MARÉ”, que tem a participação especialíssima de sua neta de sete anos, Gabi Nascimento, afilhada musical do Mestre Josias Sobrinho; “MANGUE SECO”, inspirada na praia de mesmo nome, localizada no município da Raposa (MA), essa com participação especial do seu filho, o beatmaker Ikaro, que, além de produtor musical, é cantor e compositor, também integra a Banda do pai em suas turnês. Tem, ainda, “ALOGODOAL”, em parceria com o compositor Almino Henrique, de Belém (PA) e um remix de “AGARRADINHO”, já lançada em 2020 e inspirada no jeito maranhense de dançar o reggae.

Segundo César Nascimento, esse trabalho levou dois anos para finalização, haja vista, o início ter sido durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia, otimizando tempo produzindo as canções junto à família.

- O EPedra tem a participação especialíssima de Renata Gaspar (esposa de César Nascimento), em todas as músicas, nas criações vocais e em suas gravações ao lado do filho Ikaro. O EP traz as raízes do seu berço maranhense; juntando tudo, desde as memórias afetivas da infância em Caxias, a adolescência na capital maranhense onde César veio estudar e teve os primeiros contatos com o ritmo jamaicano em suas andanças rumo aos clubes de reggae, às rodas de tambor de crioula, e aos terreiros de bumba-meu-boi, fontes de inspiração em toda sua trajetória artística - destaca César.

A saber, além da consagrada balada Ilha Magnética, eleita como “Bem Cultural do Estado do Maranhão”, grandes sucessos como O Radinho, Maguinha do Sá Viana e Reggae Sanfonado, são imprescindíveis no cancioneiro popular maranhense, e dão prova como o universo da Cultura Reggae sempre fez parte da obra de César Nascimento.

Este é o primeiro lançamento oficial do autor desde o CD/DVD Violão de Coreiro – A composição de César Nascimento e seu violão, de 2018. E o momento é mais que oportuno para a difusão do EPedra de César Nascimento. O começo do ano 2023 é um momento de efervescência em todo o país; pré-carnaval onde tudo é festa, alegria e calor. Agora é só escolher a plataforma e colocar o EPedra na radiola pra troar.

O Bom Filho à casa torna

César disse que chega em fevereiro em São Luís para divulgar o trabalho na mídia local. Ele também anunciou show no CRIOULA FESTIVAL, dia 10 de setembro.

SERVIÇO:

LANÇAMENTO DE EPEDRA DE CÉSAR NASCIMENTO.
NESTA QUARTA-FEIRA, 25 DE JANEIRO DE 2023, EM TODAS AS PLATAFORMAS DIGITAIS.
MAIS INFORMAÇÕES: @CESARNASCIMENTO61. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.