Capturados

Presos suspeitos do latrocínio de professor em Açailândia

O corpo de Neylson Oliveira foi encontrado em um terreno baldio com marcas de asfixia

Rádio Mirante AM

Neylson Oliveira era professor substituto da disciplina de Libras da Universidade Estadual da Região Tocantina.
Neylson Oliveira era professor substituto da disciplina de Libras da Universidade Estadual da Região Tocantina. (Foto: Divulgação)

AÇAILÂNDIA - Por volta das 21h dessa quarta-feira (10), a Polícia Militar do Maranhão prendeu três homens apontados como os autores do latrocínio que vitimou Neylson Oliveira, no bairro Laranjeiras, na cidade de Açailândia, na Região Tocantina.

Os criminosos foram identificados como Nisley, Clemilson (Neguinho), Lucas (Luquinhas) e Johnatan Dias (Gordinho). O primeiro a ser capturado foi Clemilson (Neguinho), que confessou a participação no latrocínio, sendo um dos que teria levado o corpo de Neylson até o local onde foi encontrado. Clemilson acrescentou que Johnatan Dias (Gordinho), que segue foragido, foi quem teria ajudado a levar o corpo do professor.

A Polícia Militar também apurou que Nisley teria ido até a casa da vítima no bairro Colina Park e furtado vários pertences e repassado a um suposto traficante de drogas da área identificado como Lucas (Luquinhas). Ambos foram capturados pela polícia. Luquinhas ao perceber a presença dos agentes tentou fugir, mas foi detido no telhado da residência. No local a polícia encontrou uma carteira com os documentos pessoais da vítima.

Neylson Oliveira era professor substituto da disciplina de Libras da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) e também trabalhava na Escola Municipal Fernando Rodrigues, na Vila Ildemar.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.