Barra do Corda

PF deflagra operação de combate a extração ilegal de madeira

A extração acontecia de forma ilegal na terra indígena Cana Brava em Barra do Corda

Rádio Mirante AM

- Atualizada em 04/08/2022 às 09h41
Madeira era extraída da aérea pertencente aos Indígenas Cana Brava.
Madeira era extraída da aérea pertencente aos Indígenas Cana Brava. (Polícia Federal)

BARRA DO CORDA - No município de Barra do Corda, a Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (03), a Operação Pterodon, para dar cumprimento a 22 mandados de busca e apreensão e sete mandados de suspensão da atividade econômica, em combate a extração e receptação ilegal de madeira da Terra Indígena Cana Brava.

Durante as investigações, foram identificados diversos estabelecimentos madeireiros que atuam na clandestinidade, sem emissão de DOFs (Documentos de Origem Florestal), bem como seus possíveis proprietários. O tempo de atividade analisado por meio da evolução geoespacial desses estabelecimentos demonstrou que as condutas perduram há vários anos, causando impactos e danos consideráveis ao meio ambiente e ao equilíbrio ecológico. 

Foram detectados 177 (cento e setenta e sete) alertas de desmatamento na T.I. Cana Brava no período de um ano, por meio de imagens do satélite Planet (Programa BASIL M.A.I.S).

Os investigados poderão responder por crimes como receptação qualificada (art. 180, §1° do CPB), depósito de produto de origem vegetal sem licença válida, funcionamento de estabelecimentos potencialmente poluidores sem autorização (art. 46, parágrafo único e art. 60 da Lei 9.605/98), dentre outros, com penas que podem chegar a 9 anos de prisão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.