Coronavírus

Isolamento social atinge o menor índice no Maranhão desde o primeiro caso de Covid-19

Aumento das pessoas fora de casa ocorre em meio ao aumento de pessoas com a doença e da reabertura do comércio não essencial.
Imirante.com04/06/2020 às 17h38
Isolamento social atinge o menor índice no Maranhão desde o primeiro caso de Covid-19Isolamento social atinge o menor índice no Maranhão desde o primeiro caso de Covid-19. (Foto: Adriano Soares / Imirante.com)

MARANHÃO - Nesta quinta-feira (4), o índice de isolamento social no Maranhão atingiu o menor índice desde o primeiro caso do novo coronavírus registrado no estado: 39%. Segundo os especialista, o ideal, em tempos de pandemia da Covid-19, deveria ser de 70%.

Leia também:

​Confira a lista de cidades do Maranhão com pacientes infectados pelo coronavírus

SES informa que 14.014 pacientes estão curados do novo coronavírus no Maranhão

Brasil tem 584.016 casos e 32.548 mortes pelo novo coronavírus

Os dados divulgados são da In Loco, empresa de tecnologia que usa dados enviados por aplicativos parceiros, através de GPS,sinais de Wi-Fi, Bluetooth e telefonia, para aferir deslocamentos dos usuários.

A queda no índice significa que as pessoas estão saindo mais de casa e passando mais tempo nas ruas, mesmo com o aumento no número de casos de Covid-19 no Maranhão. Até esta quinta, 40.629 casos foram confirmados com 1062 mortes em 213 municípios.

De acordo com a In Loco, o dia do primeiro caso confirmado do novo coronavírus, em 20 de março, o índice estava em 37,9%. Depois, o isolamento social começou a aumentar e chegou a 54% no dia 29, voltando a cair no mês de abril.

Em maio, durante o período de lockdown em São Luís, o índice voltou a crescer e atingiu 53,6% no dia 17. Desde então, o índice vem oscilando e agora apresenta queda acentuada após a reabertura de parte do comércio não essencial na última segunda-feira (1º).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.