Economia

Reabertura gradual do comércio no Maranhão começa nesta segunda-feira (25)

Liberação das atividades será iniciada por empresas familiares, informou o governador Flávio Dino.
Imirante.com20/05/2020 às 21h26
Reabertura gradual do comércio no Maranhão começa nesta segunda-feira (25)Flávio Dino, governador do Maranhão. (Reprodução)

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou, em pronunciamento nesta quarta-feira (20), que o estado vai iniciar o processo de liberação das atividades econômicas em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com Flávio Dino, a reabertura acontecerá de forma "gradual e com segurança", dividida por etapas e setores, que devem obedecer a protocolos sanitários e de segurança. A reabertura gradual da economia deve se estender por 45 dias.

Flávio Dino informou no pronunciamento que a liberação das atividades econômicas vai começar pelas empresas familiares, ou seja, locais em que trabalham somente o proprietário e seu grupo familiar. Os comerciantes devem seguir protocolos de higiene, adotar o uso de máscaras e o distanciamento social. A reabertura será autorizada nesta segunda-feira (25), já que o decreto de restrição de atividades comerciais e circulação de pessoas será mantido até domingo (24).

Depois das empresas familiares, outros segmentos econômicos e sociais podem ser reabertos a partir de 1º de junho, mediante aprovação da Casa Civil, que vai tomar uma decisão após estudos da equipe técnica e protocolos da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A reabertura do comércio no Maranhão foi anunciada por Flávio Dino na segunda-feira (18), em entrevista ao JMTV 2ª Edição, da TV Mirante. Para o governador, o lockdown (bloqueio total) de 12 dias nos quatro municípios da Grande Ilha (São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar) foi importante para conter o número de novos casos e mortes causadas pelo coronavírus. "Já observamos a queda destes indicadores. Ainda estamos muito longe de dizer que vencemos a guerra contra o novo coronavírus, mas observamos a redução da letalidade", afirmou Dino.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.