Campanha contra gripe

Maranhão deve vacinar mais de 1,5 mi de pessoas contra gripe

Cerca de 1.794 postos de vacinação funcionarão no dia "D".
Imirante.com, com informações da Secom06/05/2015 às 11h50

SÃO LUÍS - A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza deste ano acontece no período de 4 a 22 de maio, sendo dia 9 de maio, o dia “D” de mobilização nacional. Realizada pela 17ª vez, a campanha tem como meta no Maranhão, vacinar 1.521.171 pessoas, distribuídas entre os seguintes grupos: idosos com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; povos indígenas; crianças na faixa etária de seis meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses, 29 dias); gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); grupos de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; população privada de liberdade, além de funcionários do sistema prisional.

Veja a tabela de prioridades da campanha de vacinação

Arte: Imirante.com.

No dia “D” funcionarão, em todo Estado, aproximadamente, 1.794 postos de vacinação. A ação contará com a participação direta de 8.406 profissionais de saúde e voluntários. O Maranhão recebeu 1.655.740 doses de vacinas do Ministério da Saúde (MS). Em 2014, foram vacinadas 1.385.642, uma cobertura de 88,36%. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, estima-se que a influenza acomete 5 a 15% da população, causando entre três e cinco milhões de casos graves e 250.000 a 500.000 mortes todos os anos.

De acordo com a Chefe do Departamento de Imunização da SES, Maria Helena Almeida, o Maranhão se preparou para esta campanha. “Nós realizamos seminário para sensibilização da Campanha contra Influenza 2015 com os coordenadores de Imunização dos municípios, para que em todas as cidades do estado, a campanha ocorra dentro da meta e as pessoas que estão no grupo de vacinação, sejam imunizadas.”

Segundo o MS, a vacina é a melhor estratégia disponível para a prevenção da influenza e suas consequências. A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar a complicações graves e ao óbito, sobretudo os grupos de alto risco, como idosos, gestantes, entre outros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.