Vistoria

Inspeção do MP-MA em unidade prisional de Imperatriz constata casos de Covid-19 entre agentes

Além disso, há um detento com os sintomas da Covid-19 isolado em cela.
Angra Nascimento/Imirante.com, com informações da Assessoria22/05/2020 às 09h49

IMPERATRIZ - O Ministério Público do Maranhão (MP-MA), por meio da 5ª Promotoria de Justiça Criminal, em mais uma inspeção virtual na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), constatou casos de Covid-19 entre agentes penitenciários.

De acordo com as verificações, realizadas na quarta-feira (20), a unidade prisional de Imperatriz tem capacidade para 204 presos, mas abriga 296 apenados. Contatou-se, conforme detalha o promotor de Justiça Domingos Eduardo no vídeo acima, que há quatro casos confirmados de Covid-19 entre os agentes. Dez servidores estão afastados. Dentre os presos, um está isolado com febre e permanece em cela de quarentena.

Quanto aos equipamentos de proteção individual, percebeu-se que os EPIs estão sendo utilizados pelos agentes e que há observação dos protocolos do plano de contingência da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

A inspeção detectou, ainda, que há disponibilidade de sabão e água no interior das celas e utilização de máscaras pelos presos. A higienização da unidade está sendo realizada regularmente e terá reforço do 50 BIS no dia 1º de junho.

As visitas virtuais estão disponíveis, mas há baixa procura pelos presos e parentes. A Defensoria Pública está fazendo assistência jurídica três vezes por semana. O MP-MA faz atendimentos diários.

“Nesta inspeção mensal que fazemos, constatamos que há presos em excesso, além de agentes com casos confirmados de Covid-19 e mais dez suspeitos. As visitas virtuais tiveram pouca procura talvez por ser uma coisa nova e até por necessitar de acesso à tecnologia, que muitos não dispõem”, relata o promotor de Justiça Domingos Eduardo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.