Comércio fechado

Imperatriz tem ruas vazias com a pandemia do Coronavírus

A avenida Dorginal Pinheiro de Sousa é uma dos mais afetadas.
Angra Nascimento/Imirante.com23/03/2020 às 11h27
Imperatriz tem ruas vazias com a pandemia do CoronavírusComércio de Imperatriz fica fechado durante 15 dias. (Foto: Reprodução)

IMPERATRIZ – Com o decreto da prefeitura, que determina o fechamento do comércio durante 15 dias, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a movimentação nas ruas e estabelecimentos de Imperatriz tem diminuído. A avenida Dorginal Pinheiro de Sousa que, em dias normais, conta com grande aglomerado de comerciantes e vendedores ambulantes, é uma dos mais afetadas.

Nesta segunda-feira (23), a avenida está completamente vazia, com praticamente todas as lojas de portas fechadas. Nas demais ruas e avenidas da redondeza, há pouca movimentação, um cenário bem diferente do que costuma se ver em horário de pico no local.

No último sábado (21), a Prefeitura de Imperatriz assinou um decreto, declarando Calamidade Pública. O decreto vai durar 15 dias podendo ser prorrogado conforme a necessidade.

De acordo com o documento, está suspenso o funcionamento de casas de shows, bares, eventos, clubes de lazer, academias, shoppings centers, centros de comércio, salões de beleza, velórios, reuniões de cunho religioso e qualquer outro tipo de aglomeração de pessoas.

O documento garante, porém, os serviços essenciais como a saúde, coleta de lixo, matadouro e estabelecimentos que comercializem alimentos. Na prática, serão mantidos abertos os supermercados, mercados, farmácias, padarias, postos de gasolina, e outros estritamente essenciais.

Estão suspensos os atendimentos médicos que não sejam de urgência e emergência públicas e privadas como consultas eletivas em ambulatórios e clínicas médicas. Os servidores de saúde efetivos e comissionados, das áreas da Saúde, Trânsito, Defesa Civil, Infraestrutura, Planejamento Urbano e Guarda Municipal tiveram suas férias suspensas.

No decreto consta que foi estabelecido o processo de triagem nas unidades de saúde para a rápida identificação de possíveis casos de Covid-19 e/ou H1N1 visando atendimento pelas áreas físicas específicas, separadas dos demais pacientes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.