Reforço

Postos de saúde em Imperatriz adotam horário especial

Quatro unidades de saúde começam a funcionar de 8h às 20h, devido à pandemia do coronavírus.
Divulgação/Assessoria21/03/2020 às 10h23
Postos de saúde em Imperatriz adotam horário especialO atendimento em horário especial será inicialmente neste período de 15 dias de vigor do decreto do prefeito Assis Ramos, com medidas emergenciais sobre a prevenção ao Covid-19, mas há previsão de permanecer por muito mais tempo. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - Desde essa sexta-feira (20), quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS), passaram a funcionar em horário estendido das 8h às 20h, para reforçar o atendimento à população com foco nos casos de pessoas com sintomas suspeitos do novo coronavírus. As UBS Milton Lopes, Cafeteira, Vila Lobão e Maria Aragão, têm atendimento em horário especial.

Leia também:

Governo confirma primeiro caso do novo coronavírus no Maranhão

Governo declara transmissão comunitária do novo coronavírus em todo o Brasil

Estudantes da área de saúde vão poder atuar no combate ao coronavírus

Todos os enfermeiros e médicos que integram a rede de saúde, em especial dessas UBSs, passaram por treinamentos e estão preparados para atuar na identificação e tratamento de casos suspeitos.

O atendimento em horário especial será inicialmente neste período de 15 dias de vigor do decreto do prefeito Assis Ramos, com medidas emergenciais sobre a prevenção ao Covid-19, mas há previsão de permanecer por muito mais tempo.

As quatro UBSs que terão atendimento em horário especial estão preparadas com material e pessoal treinado para agir em caso de pessoas que apresentem sintomas suspeitos do novo coronavírus. São técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e outros profissionais.

Conforme o protocolo adotado pelas autoridades em saúde, as pessoas com febre, tosse e problemas respiratórios devem procurar as Unidades de Saúde do bairro ou as quatro UBSs que atendem em horário estendido e estas farão o encaminhamento para a Unidade de Pronto Atendimento São José que, se necessário, será colhido material para exames.

Dependendo do quadro da pessoa, ele pode ser encaminhada para casa onde ficará em isolamento sob acompanhamento de profissionais de saúde ou, em caso mais greve, será internado no Hospital Macorregional.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.