Maus-tratos

Cachorro que foi arrastado pela rua segue internado em clínica veterinária de Imperatriz

"Sou inocente, queria só cuidar do cachorro", diz suspeito que amarrou o animal pelo pescoço e o arrastou pelas ruas de Imperatriz.
Imirante Imperatriz15/03/2019 às 22h30
Cachorro que foi arrastado pela rua segue internado em clínica veterinária de ImperatrizO animal foi amarrado pelo pescoço e arrastado pelas ruas de Imperatriz. (Foto: Reprodução)

IMPERATRIZ – Agora sob os cuidados de um grupo de proteção aos animais, o cachorro que foi amarrado pelo pescoço e arrastado por um motociclista pelas ruas de Imperatriz nesta semana, segue internado numa clínica veterinária da cidade. O animal, que agora se chama “Negão”, estava com ferimentos na pata e uma unha quebrada, de acordo com informações da coordenadora do grupo de proteção, que o resgatou.

Leia também: Cachorro que foi amarrado e arrastado em Imperatriz ganha novo lar

Motociclista amarra cachorro e arrasta por ruas de Imperatriz

O cachorro continua em tratamento, já que que ficou bastante debilitado devido às agressões. O suspeito de cometer os maus tratos foi identificado pela Polícia Civil: trata-se de Pedro Barbosa Martins, que se apresentou na delegacia nessa quinta-feira (14), e foi preso. Ele nega que tenha maltratado o animal.

“Ele andou até certo ponto, não quis mais andar. Ficou esperneando e deitou. Aí foi o momento em que a moça chegou, fez as imagens e teve essa repercussão toda. Mas eu tenho provas do pessoal que me doou (o animal), que o cachorro tá "bonzinho". Tanto que, na hora que eu tirei a corda dele, ele voltou. Eu sou inocente, queria só cuidar do cachorro”, disse o suspeito.

Ao se apresentar na delegacia para se explicar sobre o caso, Pedro Barbosa se deparou com outro problema. A moto que o suspeito pilotava, teve a placa adulterada com fita isolante, o que dificultou a localização do proprietário. Diante dos dois crimes, Pedro acabou sendo autuado em flagrante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.