Após "denúncia"

Defesa Civil fecha venda clandestina de combustível em Imperatriz

Ação da Defesa Civil foi resultado de uma "denúncia anônima" no Povoado Lagoa Verde.
Imirante Imperatriz20/07/2016 às 18h45

IMPERATRIZ – Uma “denuncia” anônima levou os agentes da Superintendência Municipal da Defesa Civil a fechar um ponto de venda clandestina de combustível em Imperatriz. O local era uma casa no Povoado Lagoa Verde.

Durante a ação realizada nesta quarta-feira (20), os agentes liderados pelo superintendente Francisco das Chagas Silva (Chico Planalto), apreenderam 350 litros de gasolina distribuídos em 23 botijões.

A Superintendência mantém fiscalização sobre a venda de produtos como gás de cozinha, combustível, entre outros produtos de forma clandestina ou fora dos padrões exigidos pela legislação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.