Estimulo a prevenção de acidentes

Projeto reduz valor da CNH categoria A em 50%

O projeto começou em Amarante do Maranhão.
Imirante Imperatriz14/08/2015 às 15h02

IMPERATRIZ – Um projeto desenvolvido pelo Sindicato do Centro de Formação (CFC), da Região Tocantina, em parceria com municípios da região e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), pretende reduzir os acidentes de trânsito por meio da qualificação de condutores. Amarante do Maranhão foi o primeiro município do Estado a receber o programa.

O projeto, segundo o presidente da Associação das CFCs da Região Tocantina (ACRT), tem por meta facilitar a emissão da carteira de motorista com a redução de 50% para a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Podem participar as pessoas que forem retirar a habilitação pela primeira vez, na categoria "A".

Iniciado há cerca de dois meses, na cidade de Amarante do Maranhão, a ação teve continuidade com a aplicação das provas teóricas nessa quinta-feira (13).

Segundo o presidente da Associação das CFCs da Região Tocantina (ACRT), João Araújo Santos, o “Figura”, a ação busca incentivar e facilitar as pessoas a tirarem a CNH e amenizar o número de acidentes, levando para as cidades cadastradas o curso teórico.

“Temos uma parceria entre a instituição e o município que reduz o custo da habilitação em 50%. O principal objetivo do projeto é facilitar o acesso ao CNH categoria A, e amenizar o índice de acidentes de trânsito. Tem muita queixa de pessoas que têm dificuldades de tirar habilitação, devido a necessidade de colocar digital, ” destaca.

O Estado, a partir de convênios com o Detran será o responsável por amenizar com as despesas referentes aos cursos teóricos, ministrados pelos Centros de Formação de Condutores.

João Figura, como prefere ser chamado, alerta que os municípios que tiveram interesse em participar do projeto podem entrar em contato com a Associação das CFCs da Região Tocantina sediada em Imperatriz.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.