Série D

Juventude Samas perde mais uma em casa e se complica

Peixe Poraquê foi superado, por 2 x 0, pelo Pacajus no estádio Pinheirão.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 15/05/2022 às 12h25
Juventude Samas e Pacajus se enfrentaram no Pinheirão
Juventude Samas e Pacajus se enfrentaram no Pinheirão (@mvitoriafoto / Juventude Samas)

SÃO MATEUS DO MARANHÃO - Jogando em casa, ao lado da sua torcida, o Juventude Samas buscava reação no Grupo 2 da Série D, mas tropeçou novamente em casa. Atuando no estádio Pinheirão, na cidade de São Mateus, foi superado, por 2 x 0, pelo Pacajus (CE). Com quatro pontos, e uma vitória apenas na competição, o Peixe Poraquê agora ocupa a 6º colocação na chave. Na próxima rodada, o time do interior maranhense vai enfrentar o Castanhal (PA), no domingo (22), às 15h, no estádio Modelão, no interior do Pará. 

1º tempo 

Há dois jogos sem vencer, o Juventude Samas precisava vencer e partiu para cima do Pacajus. Porém, sem efetividade no ataque, o time da casa passou a ver os visitantes chegarem com mais propriedade. Aos 16, Gotinha arriscou de longe, mas não caprichou. 

Aos 18, Gordo cruzou e a defesa do Juventude afastou. E aos 23 veio o gol do Pacajus. Daniel Passira recebeu um passe açucarado e só chutou cruzado com firmeza para fazer 1 x 0 para o time do interior maranhense. 

No minuto seguinte, Rayro cruzou e Vinicius meteu a cabeça, mas Anderson Testa defendeu. Quase o segundo do Pacajus. Depois do gol o Pacajus seguiu tendo boas chegadas. Aos 40 quase o Juventude iguala com Gotinha, que subiu mais alto do que a defesa, mas o goleiro Cris subiu e defendeu.

Rayro mandou um bom chute aos 41 e Testa defendeu com tranquilidade. E mais nada aconteceu até o fim deste primeiro tempo. 

2º tempo 

Com mais posse de bola, assim como no primeiro tempo, o Juventude encontrava bastante dificuldades para chegar perto do gol. Aos 13, Levi chutou e Cris, firme, fez mais uma boa defesa. Aos 17 o Pacajus perdeu uma ótima chance. Rayro cruzou, Vinicius pegou a sobra e a bola raspou a trave de Anderson Testa.

E aos 24 minutos veio a melhor chance do Juventude. Aos 21, Thiago invadiu a área, driblou o goleiro e foi derrubado. O árbitro deu pênalti. Na cobrança, Cris Maranhense bateu para a ótima defesa do seu xará. Cris. Um banho de água fria na torcida no estádio Pinheirão. 

Em seguida, o que se viu em campo foi o Peixe Poraquê tentando de todas as formas chegar ao empate e o Pacajus se defendendo bem e se lançando bem ao ataque, mas nenhum gol saiu e time do interior maranhense perdeu o segundo jogo em casa nesta Série D, já havia sido superado pelo Fluminense (PI) na estreia.

FICHA TÉCNICA 

JUVENTUDE SAMAS X PACAJUS 

JUVENTUDE SAMAS 

Anderosn Testa, Guilherme, Gustavo Costa, Moisés e Gustavo Rodrigues; Cavi e Gordo; Jr. Saudade e Levi 

Técnico - Oliveira Canindé

PACAJUS

 Cris, Felipe, Igor, Jeferson e Rayro; Ramon, Gordo, Vinícius e Dedé; jô e Passira 

Técnico - Oliveira Canindé

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.