Sul-Americana

Goiás elimina o Galo nos pênaltis: 6 a 5

Após empate por 1 a 1 na etapa regulamentar, Esmeraldino garante vaga nas oitavas de final da competição e enfrentará o Cerro Porteño.
GloboEsporte.com 17/09/2009 às 00h11

GOIÂNIA - Em confronto equilibrado até o último momento, o Goiás venceu o Atlético-MG por 6 a 5 na decisão por pênaltis e conquistou a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, na noite desta quarta-feira, no Serra Dourada. Assim como no primeiro confronto, as equipes empataram por 1 a 1 no tempo regulamentar- o Galo saiu na frente, no segundo tempo, com Júnior, mas cedeu o empate para o Esmeraldino, que igualou o placar em cobrança de pênalti de Felipe - e a vaga precisou ser decidida nas penalidades máximas.

Na disputa final, o goleiro Harlei fez a diferença e defendeu as cobranças de Renan Oliveira e Chiquinho, garantindo o triunfo goiano.

O próximo adversário do Goiás será o Cerro Porteño, do Paraguai, que eliminou o boliviano La Paz.

Fernandão dá trabalho na primeira etapa

A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio, com as duas equipes buscando o gol, sem medo de se expor. Aos 15, o atleticano Tchô aproveitou chute cruzado de Renan Oliveira e emendou para as redes, mas o árbitro Leandro Vuaden assinalou o impedimento. O Goiás devolveu o susto aos 23. Felipe recebeu na entrada da área e quase surpreendeu o goleiro Bruno, mas a bola acabou desviada para escanteio.

Com a obrigação de marcar, o Galo aumentou a pressão e, aos 30, Alessandro fez jogada individual na área esmeraldina e carimbou o travessão de Harlei.

Os donos da casa não se intimidaram e tiveram duas ótimas oportunidades com sua dupla de ataque. Aos 37, Felipe fez o cruzamento para o cabeceio de Fernandão, mas a bola saiu sobre o gol atleticano. Pouco depois, aos 39, foi a vez do camisa 9 servir Felipe, que emendou de esquerda, de frente para o gol, e desperdiçou.

Gols no segundo tempo

Na segunda etapa, as equipes se apresentaram mais cautelosas, mas as redes finalmente balançaram. Aos 25, o experiente Júnior recebeu lançamento de Renan e, com tranquilidade, tocou na saída do goleiro Harlei para o fundo das redes.

O empate esmeraldino veio em lance que gerou muitos protestos dos atleticanos. Fernandão recebeu cruzamento na área e foi derrubado por Thiago Cardoso. Apesar de o auxiliar não ter assinalado a penalidade máxima, o árbitro não teve dúvidas e apontou para a marca de cal. Na cobrança, Felipe, com três paradinhas, chutou alto no lado direito de Bruno e igualou o placar, aos 31.

Com o resultado, a decisão foi para a disputa de pênaltis. Felipe, Fernandão, Zé Carlos, Léo Lima, Vitor e Leandro Euzébio converteram para o Esmeraldino. Bruno Meneghel mandou por cima da trave. Coube ao goleiro Harlei fazer a diferença e, apesar das cobranças certeiras de Júnior, Alessandro, Wellington Saci, Tchô e Alex Bruno, o goleiro levou a melhor diante de Renan Oliveira e Chiquinho e comemorou a classificação.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.