Explicações

CEAF desaprova conduta de árbitro de Moto e São José

Mayron Frederico dos Reis Novaes foi questionado pela Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol

Thiago Bastos / Imirante Esporte

- Atualizada em 16/01/2023 às 14h26
Mayron Frederico dos Reis Novaes foi questionado pela Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol
Mayron Frederico dos Reis Novaes foi questionado pela Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (Matheus Dahsan)

SÃO LUÍS – O árbitro da partida entre Moto e São José, Mayron Frederico dos Reis Novaes, foi questionado pela Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF) sobre a conduta adotada na partida de domingo (15) em que, mesmo com condições impraticáveis do gramado devido à chuva forte na capital maranhense, manteve a realização da partida válida pelo Estadual.

Em contato do Imirante Esporte, o representante da Ceaf, o ex-árbitro Marcelo Filho, concordou que Mayron deveria ter tomado outra postura. “Conversei ontem mesmo com o árbitro Mayron Novaes, árbitro experiente, cobrando o motivo da equipe de arbitragem não ter feito uma leitura apurada do campo de jogo com muita água, colocando os jogadores em risco de uma disputa de bola”, disse.

Segundo o Regulamento de Competições da FMF em seu artigo 18, uma partida pode ser cancelada se o gramado de “jogo não reunir as condições necessárias”. 

Até o fechamento desta reportagem, o árbitro Mayron Frederico ainda não havia se manifestado. O Imirante Esporte está aberto aos esclarecimentos.

Por enquanto, a CEAF não informou se haverá algum tipo de punição a ele. Mayron também foi o árbitro de IAPE e Sampaio Corrêa, em que o segundo tempo transcorreu sem ambulância no Nhozinho Santos, local da partida, já que o veículo havia se deslocado para um hospital particular para dar prosseguimento ao atendimento do lateral do IAPE, Gustavo Rodrigues. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.