Velocidade

Marcelo Medeiros completou na terceira posição a nona etapa

Nesta terça, 10, a nona especial da principal competição off-road do mundo partiu de Riyadh para Haradh

Imirante Esporte

- Atualizada em 10/01/2023 às 14h07
O maranhense segue na 11ª posição, com o total de 73h35min21seg
O maranhense segue na 11ª posição, com o total de 73h35min21seg

HARADH (ARA) – Marcelo Medeiros cruzou a linha de chegada da nona etapa do 45° Dakar na terceira posição entre os Quadriciclos. O titular da Yamaha Raptor 700, #159, completou os 358 quilômetros do trecho cronometrado do dia em 04h25min36. Na somatória acumulada, O maranhense segue na 11ª posição, com o total de 73h35min21seg.

Nesta terça, 10, a nona especial da principal competição off-road do mundo partiu de Riyadh para Haradh. A primeira etapa após o dia de descanso colocou os participantes do Dakar a demonstrarem as suas habilidades no comando de suas máquinas de competição principalmente nos cursos dos rios secos com pedras, valas e areia, que compuseram a primeira parte da etapa. 

Outro ponto que precisou de atenção redobrada foi ao perigo de sair do traçado da especial, pois a dificuldade seria ainda maior quanto à navegação. Na parte final a vez foi a de superar uma sequência de dunas até a chegada ao acampamento.

“O quadri se comportou bem hoje. O clima está melhor, mas a navegação pegou bastante nesta etapa. O resultado foi bom. Nas cinco etapas restantes vou buscar ainda melhores resultados para terminar bem”, destacou Marcelo Medeiros, da equipe TAG Racing, pentacampeão do rali dos Sertões.

Nesta quarta-feira, 11, a 10ª especial será entre Haradh e Shaybah com total de 623,94 quilômetros e terá a seção seletiva mais curta do rali com 113 quilômetros, pois será a primeira incursão do 45º Dakar em profundidade as entranhas e travessia do Empty Quarter, ou quarteirão vazio, uma imensidão de areia e dunas no Sudeste saudita, inédito no roteiro. 

O piloto da TAG Racing e seu Yamaha 700 enfrentam, durante estas duas primeiras semanas do ano, a um total de 8.422,80 quilômetros, dos quais 4.502 quilômetros serão especiais cronometrados e o restante divididos entre trechos iniciais e finais de deslocamento. O Dakar teve início no domingo, 01 de janeiro e prossegue até 15 de janeiro com chegada em Damman, no Golfo Pérsico.

Marcelo Medeiros realiza a segunda participação consecutiva na Arábia Saudita, no ano passado completou em sexto, vencendo três etapas. O piloto pentacampeão do rali do Sertões conta com outras três participações no Dakar, quando a competição aconteceu na América do Sul. Em sua estreia, em 2016, e no ano seguinte o maranhense não finalizou a prova. Em 2018, ficou em quarto lugar entre os quadriciclos.

O Dakar 2023 soma pontos para o Campeonato Mundial de Rally Cross Country (FIA e FIM). Mais informações: www.dakar.com e App Dakar Rally 2023.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.