Inédito

Pela primeira vez, um jogo da Copa masculina é apitado por uma mulher

A francesa Stéphanie Frappart é a juíza de campo do duelo. A brasileira Neuza Back é uma das bandeirinhas ao lado da mexicana Karen Diaz

Thiago Bastos / Imirante Esporte

- Atualizada em 01/12/2022 às 16h32
Karen Dias, Frappart e Neuza Back fazendo história no Catar (Crédito: FIFA)
Karen Dias, Frappart e Neuza Back fazendo história no Catar (Crédito: FIFA)

CATAR – Após confirmação na terça-feira pela FIFA, o jogo Alemanha e Costa Rica foi histórico. Pela primeira vez a Copa do Mundo teve um trio de arbitragem exclusivamente feminino pela primeira vez na história dos Mundiais.

A francesa Stéphanie Frappart é a juíza de campo do duelo. A brasileira Neuza Back é uma das bandeirinhas ao lado da mexicana Karen Diaz.

No total, são seis árbitras entre 129 profissionais de arbitragem, apenas 4% do grupo e é a primeira Copa com mulheres na arbitragem.

A francesa Stephanie Frappart e a brasileira Neuza Back foram escaladas para a equipe de arbitragem que comandou o confronto entre México e Polônia, no Estádio 974. No entanto, desta vez, estarão à frente do comando da arbitragem do duelo.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.