Mostrou força

No duelo Messi vs. Lewa, deu Messi e Argentina vai para as oitavas

Duelo entre os melhores do mundo terminou com vantagem para o atacante do PSG

Thiago Bastos / Imirante Esporte

- Atualizada em 30/11/2022 às 18h06
Messi comemorou enquanto o ex-melhor do Mundo não viu a
Messi comemorou enquanto o ex-melhor do Mundo não viu a "cor da bola" (Crédito: FIFA)

CATAR – No duelo entre Messi e Robert Lewandowski, deu Messi. A seleção da Argentina superou a zebra da primeira rodada diante da Arábia Saudita e venceu a Polônia por 2 a 0 pela terceira rodada do Grupo C da Copa do Mundo. Com o resultado, os argentinos se classificaram em primeiro lugar no grupo e enfrentarão a Austrália nas oitavas do Mundial.

Já a Polônia, que com a derrota passou a depender do resultado de Arábia e México..

No primeiro tempo, a Argentina foi soberana e dominou as ações. Com Messi inspirado e Di Maria sendo ótimo coadjuvante, os argentinos pressionaram o tempo todo e pararam no “muro” Szczęsny, goleiro da Polônia.

Messi lamentou o pênalti perdido durante a partida (Crédito: FIFA)
Messi lamentou o pênalti perdido durante a partida (Crédito: FIFA)

Em um intervalo de seis minutos, mandou dois chutes a gol (ambos defendidos por Szczesny), deu passe para Di María finalizar, achou lindo passe para Acuña mandar por cima. A Polônia conseguiu controlar a pressão, mas a Argentina continuou melhor. E quase chegou ao gol aos 27 minutos. Di María, da esquerda, mandou na área para Julián Álvarez finalizar. A defesa cortou, e Acuña, no rebote, emendou chute cruzado, muito perigoso, para fora. Aos 32, Di María ficou muito perto de marcar um gol olímpico. Szczesny salvou de novo. 

Mas a insistência argentina era muito forte, e dela resultou um pênalti aos 37 minutos – revisado pelo VAR, após o goleiro polonês acertar o rosto de Messi em uma saída pelo alto. O próprio camisa 10 bateu. E parou em Szczesny, que voou para o lado esquerdo e espalmou a batida. 

Na segunda etapa, a Argentina voltou com o mesmo ímpeto, tanto que logo no primeiro lance.

Jogadores comemoram um dos gols da Argentina na partida (Crédito: FIFA)
Jogadores comemoram um dos gols da Argentina na partida (Crédito: FIFA)

Di María rolou para passagem de Molina, que foi até a linha de fundo e fez o cruzamento rasteiro para dentro da área. Mac Allister bateu de primeira e abriu o placar para a Argentina.

Depois disso, a Polônia não conseguiu reação e a Argentina seguiu melhor. Aos 23 minutos da segunda etapa, Alvarez recebeu na área e bateu cruzado sem chances para Szczesny.

A Argentina seguiu perdendo gols, mas não conseguiu ampliar o placar. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.