Passa o futebol Luso

Com manifestação tripla, Portugal vence e se classifica para as oitavas

Atuando nesta segunda-feira (28), o time comandado por Cristiano Ronaldo bateu o Uruguai.

Thiago Bastos / Imirante Esporte

- Atualizada em 28/11/2022 às 18h54
Jogo foi disputado, principalmente no primeiro tempo (Crédito: FIFA)
Jogo foi disputado, principalmente no primeiro tempo (Crédito: FIFA)

CATAR – A seleção de Portugal é a terceira a se classificar para as oitavas-de-final da Copa do Mundo do Catar. Atuando nesta segunda-feira (28) no Estádio Lusail, no Catar, o time comandado por Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Bernardo Silva bateu o Uruguai por 2 a 0, com primeiro gol inicialmente dado ao CR7, mas que posteriormente foi confirmado para Bruno Fernandes, meia-atacante do Manchester United (ING). E o segundo em penal polêmico dado após auxílio do VAR de pênalti de Bruno Fernandes. 

No primeiro tempo, a partida foi de maior domínio português. Com futebol mais propositivo, os portugueses tiveram mais a posse da bola e arriscaram bastante de fora da área, principalmente com Cristiano Ronaldo e João Félix. A Celeste, por sua vez, buscava o contra-ataque a todo tempo e teve a principal chance do jogo, com Bentancur, aos 31 minutos. O meia fez linda jogada individual e saiu cara a cara com Diogo Costa, que fez grande defesa. 

Jogo teve manifestação
Jogo teve manifestação "tripla" durante o segundo tempo (Crédito: FIFA)

Na segunda etapa, Portugal seguiu melhor no começo do jogo. Antes do gol, uma manifestação foi registrada no Lusail. Um cidadão ainda não-identificado com a camisa "Save Ukraine", "respeito pelas mulheres iranianas” e com bandeira em apoio à causa LGBTQIA+ entrou em campo na partida.

CR7
CR7 "raspou" na bola no primeiro gol, mas FIFA entendeu que o gol foi de Bruno (Crédito: FIFA)

Três minutos mais tarde, o gol português. Após cruzamento de Bruno Fernandes, Cristiano Ronaldo subiu e fez o movimento de cabeça. Inicialmente, o CR7 comemorou, mas a FIFA deu o gol para Bruno.

Depois do gol, o técnico Diego Alonso colocou Suarez e Arrascaeta no jogo. O time celeste melhorou na partida, acertou bola na trave e exigiu boas defesas de Diogo Costa, goleiro de Portugal.

Aos 44 do segundo tempo, a bola bateu na mão de Gimenez. Com a ajuda do VAR, o árbitro deu pênalti. Na cobrança, Bruno Fernandes com imensa categoria deu números finais para a partida. 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.