Muito perto!

Sampaio Basquete bate o Vera Cruz e fica a uma vitória do título da LBF

Tubarão abre 2 x 0 na final e pode levantar a taça do tricampeonato em São Paulo; próximo duelo será no sábado (20), no Ginásio do Tênis Clube.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 15/08/2022 às 22h55
Sampaio Basquete e Campinas duelaram no Costa Rodrigues, em São Luís (Foto - Matheus Soares / Grupo Mirante)
Sampaio Basquete e Campinas duelaram no Costa Rodrigues, em São Luís (Foto - Matheus Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS – Na noite desta segunda-feira (15) a torcida compareceu em massa mais uma vez no ginásio Costa Rodrigues, em São Luís, e empurrou o Sampaio Basquete para mais uma vitória na série final da Liga de Basquete Feminino (LBF) 2022. O Tubarão bateu novamente o Vera Cruz Campinas (SP), por 80 x 57, e fica a uma vitória do seu terceiro título da competição nacional. No primeiro jogo, a equipe maranhense venceu apertado, por 69x63, e agora o duelo vai para o seu terceiro embate, desta vez no interior de São Paulo. 

Como ficou o duelo na decisão ?

Com a segunda vitória do Sampaio Basquete nesta final, o time maranhense segue na frente e, em caso de mais um triunfo, desta vez em São Paulo, fica com o título, com um 3 x 0. Lembrando que, como se trata de uma possível “melhor de cinco”, caso o Vera Cruz Campinas vença esse próximo duelo, essas equipes voltam a se enfrentar, novamente em São Paulo. E em um possível quinto confronto, a taça será decidida em São Luís, encerrando a série. 

Agenda da final

Vera Campinas e Sampaio Basquete se enfrentam nesta terceira partida no sábado (20), às 11h, Ginásio do Tênis Clube, em Campinas. Se for necessário o quarto jogo, os times voltam à quadra no dia 22, às 18h45, mais uma vez em campinas e, se necessário mais uma vez, o quinto e último duelo ocorrerá dia 27, em São Luís, às 10h30. 

Destaques do jogo 

A armadora americana Jennifer O’Neill, do Sampaio Basquete, foi eleita a MVP (jogadora mais valiosa da partida) e terminou como a cestinha do duelo, com 18 pontos e cinco assistências. Outro destaque foi a pivô Érika, também do Tubarão, que fez um duplo-duplo, ao conseguir 12 pontos e 17 rebotes. 

Jennifer O’Neill recebeu prêmio de MVP das mãos da mãe (Foto - Matheus Soares  Grupo Mirante)
Jennifer O’Neill recebeu prêmio de MVP das mãos da mãe (Foto - Matheus Soares  Grupo Mirante)

1º PERÍODO 

Quem viu o primeiro jogo e o início deste segundo, não imaginava que seria mais tranquilo. No começo da partida, o Vera Cruz chegou a dominar, dando pinta que seria complicado mais uma vez. E, apesar da boa partida do time da casa, empurrado pelo torcida, o time paulista segurou o ímpeto tricolor e o primeiro período terminou em 16 x 16. O Sampaio chegou a abrir dois pontos, mas não sustentou a vantagem. 

2º PERÍODO 

O segundo período começou bastante disputado, ficando 19 x 18 e quase sempre em diferença de dois pontos. Porém, do meio para o fim, o Sampaio se desgarrou, com a pivô Érika, neste momento, sendo a maior pontuadora do jogo, e encerrou esse segundo período com 32 x 26, e 12 pontos de vantagem. Uma surpresa para os analistas.

3º PERÍODO 

No terceiro período, a americana Jennifer O’Neill começou a tomar conta da partida, terminou como a maior pontuadora, e fez a maior diferença, até então, no embate. Com mais um bom período, o Tubarão terminou com 61 x 44 no placar, para delírio da massa tricolor no Ginásio Costa Rodrigues. 

Costa Rodrigues ficou mais uma vez tomado pela massa tricolor (Foto - Matheus Soares / Grupo Mirante)
Costa Rodrigues ficou mais uma vez tomado pela massa tricolor (Foto - Matheus Soares / Grupo Mirante)

4º PERÍODO 

No quarto e último período, o domínio da equipe maranhense já era uma realidade. A partida chegou a ficar 61 x 47, mas o Sampaio foi desgarrando e terminou esse segundo jogo da final da LBF um sonoro 80 x 57, deixando o time de campinas com 23 pontos de desvantagem, sem nem alcançar os 60 pontos no jogo. Neste quarto período, com o jogo mais calmo, o técnico Rodrigo Galego chegou a dar mais minutos para algumas atletas do Sampaio que têm pouco tempo em quadra nesta competição. E foi só esperar o cronometro zerar para a torcida entrar na quadra e fazer a festa com as jogadoras. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.