Reunião

CBF recebe presidentes de clubes das séries A e B

Ednaldo Rodrigues e Wilson Seneme abrem portas da CBF para os clubes e anunciam novidades

Com informações da CBF

- Atualizada em 26/07/2022 às 16h52
CBF recebe presidentes de clubes das séries A e B para debate sobre arbitragem do futebol brasileiro
CBF recebe presidentes de clubes das séries A e B para debate sobre arbitragem do futebol brasileiro (Lucas Figueiredo/CBF)

RIO DE JANEIRO - Nesta terça-feira (26), a Casa do Futebol Brasileiro foi palco de um grande debate do futebol brasileiro. A CBF recebeu presidentes e representantes dos clubes das séries A e B em sua sede, no Rio de Janeiro (RJ), para um encontro sobre o desenvolvimento da arbitragem. O evento durou mais de duas horas e meia e provocou um diálogo aberto entre CBF, clubes e a Comissão de Arbitragem. 

O Sampaio Corrêa, que representa o futebol maranhense na Série B, foi representado pelo vice-presidente de Futebol, Perez Paz.

O evento foi aberto com um discurso do Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, que reforçou a importância do trabalho em conjunto para fazer com que a arbitragem evolua no futebol brasileiro.

"Essa é uma reunião que nós propusemos fazer exatamente num momento em que completamos quatro meses na administração da entidade. Como o futebol é um esporte coletivo, tudo também tem que ser construído de forma coletiva. Os acertos, os equívocos, e as críticas que tomo como ensinamentos para que a gente possa procurar melhorar", disse Ednaldo, que completou:

"Nesse período, nós tivemos muitos desafios, ainda estamos tendo, mas buscando vencê-los com diálogo, procurando o melhor, ouvindo a todos e a todas, porque as opiniões e sugestões são importantes para nortear um trabalho que não é simples".

Além do Presidente Ednaldo Rodrigues, a CBF também foi representada pelos vice-presidentes Rubens Lopes e Reinaldo Carneiro Bastos.

Novidades para a arbitragem

O Presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Seneme afirmou que a ideia de reunir os presidentes dos clubes das séries A e B já estava em seus planos desde o início do trabalho, que começou a dois dias do início do Brasileirão. Com o fim do primeiro turno, criou-se a oportunidade para realizar este encontro. 

"O objetivo desse encontro é o desenvolvimento coletivo, a gente está buscando elementos de análise para que a gente possa crescer. Para não ser um trabalho repetitivo do que já não deu certo, para ser diferente", disse Seneme.

O ex-árbitro também fez importantes anúncios para o futuro da arbitragem brasileira. Pela primeira vez, será feita uma intertemporada presencial com 95 árbitros de todo o Brasil, entre 1º e 5 de agosto, no Rio de Janeiro. Além disso, os árbitros terão à sua disposição 840 perfis em plataforma de vídeo e estatísticas para assistirem aos lances dos jogos em que atuam, analisando acertos, revisando erros e recebendo online, com mais agilidade, a avaliação dos instrutores.

A Comissão de Arbitragem ainda anunciou que criará o quadro VAR-CBF, com 128 árbitros homologados e realizará sessões de treinamentos práticos presenciais mensais, a partir de agosto. Grupos serão levados ao Centro de Excelência da Arbitragem Brasileira, no Rio de Janeiro, para aperfeiçoamento constante. Pela Comissão de Arbitragem, também participaram do evento o vice-presidente Emerson Augusto de Carvalho e Péricles Bassols, Gerente do VAR.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.