Exclusivo

Mesmo com súmula, Sampaio não teme perda de mando

Clube se respalda em perícia que será feita para contestar relato do árbitro

Thiago Bastos / Imirante Esporte

Clube se respalda em perícia que será feita para contestar relato do árbitro
Clube se respalda em perícia que será feita para contestar relato do árbitro (Ronald Felipe)

SÃO LUÍS – Ao Imirante Esporte, o diretor jurídico do Sampaio Corrêa, Perez Paz disse de forma exclusiva que o clube contesta a descrição da súmula divulgada pelo árbitro Alexandre Vargas Tavares (RJ) que, no documento, disse que membros da comissão técnica do clube maranhense arrombaram a porta do vestiário para reclamar de lances polêmicos no jogo.

De acordo com o diretor, não houve arrombamento e o clube, via perícia, tentará comprovar o fato. Ele admitiu que os membros da comissão estiveram no vestiário, mas não confirmou a inclusão das palavras de baixo calão descritas pelo árbitro. “Vamos reunir o máximo possível de provas para ter uma defesa bastante consistente”, disse.

Segundo ele, não há por ora qualquer perigo de perda de mando de campo de jogo para o Sampaio. “Não há por enquanto esta possibilidade”, disse.

A mesma opinião foi dita ao portal pelo presidente do Sampaio, Sérgio Frota. No entanto, o dirigente admitiu que o fato será averiguado internamente, para impedir outros fatos semelhantes.

De acordo com a súmula, dois membros da comissão (Arlindo Júnior e Henrique) teriam adentrado no vestiário e xingado árbitro e auxiliares.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.