Até o fim

Em jogo emocionante, Coritiba vira sobre o Fluminense

Com o resultado, o Coxa chegou aos sete pontos e pulou para a quinta posição

Com informações da CBF

Com o resultado, o Coxa chegou aos sete pontos e pulou para a quinta posição
Com o resultado, o Coxa chegou aos sete pontos e pulou para a quinta posição (Gabriel Machado)

CURITIBA (PR) - Teve emoção e festa da torcida no Couto Pereira. Pela quarta rodada do Brasileirão, o Coritiba recebeu o Fluminense, na tarde deste domingo (1), e, depois de ver o Tricolor abrir dois gols de vantagem, buscou a vitória por 3 a 2, com direito a gol nos acréscimos. 

Com o resultado, o Coxa chegou aos sete pontos e pulou para a quinta posição. Já a equipe carioca segue com quatro pontos e aparece na 14ª colocação. 

 

O jogo

Jogando diante do seu torcedor, o Coritiba pressionou nos primeiros minutos e chegou a assustar com Clayton e Igor Paixão, que viram Fábio evitar o gol. Do outro lado, o Fluminense foi aos poucos equilibrando o confronto. Yago, aos 12, arriscou o chute e parou em Muralha.

Sete minutos depois, Ganso foi quem tentou de fora da área e dessa vez o goleiro adversário não conseguiu fazer a defesa: 1 a 0.O Coxa tentou responder em arremate de Alef Manga, aos 27. Mas foi o Tricolor que voltou a balançar as redes. Na marca dos 35, Luiz Henrique fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Ganso marcar mais um.

Minutos antes do intervalo, os mandantes foram para cima, Andrey e Igor Paixão assustaram, mas não conseguiram diminuir o prejuízo. Enquanto Ganso em cobrança de falta quase aumentou a vantagem carioca.

Depois das conversas nos vestiários, o Coritiba marcou o primeiro, logo aos sete minutos em cobrança de pênalti de Léo Gamalho. No lance da penalidade, André, do Fluminense, foi expulso.

Com um a mais, os donos da casa partiram para cima. E, aos 15, Andrey aproveitou uma sobra na entrada da área e soltou o pé para deixar tudo igual no Couto Pereira. Mais tarde, foi a vez de Willian Farias tentar para o Coxa. 

Nos minutos finais, o Flu voltou a aparecer no ataque com Caio Paulista e Marlon, mas não aproveitou a chance. E, já na marca dos 49, o Fabrício tocou para o meio da áre a e Léo Gamalho sacramentou o triunfo do time da casa. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.