Nas ondas

Surfe maranhense abre temporada de forma alucinante

No fim de semana saíram os campeões da 1ª etapa do Circuito Maranhense de Surf 2022.

Com informações da assessoria

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h01
Os surfistas disputaram 26 baterias classificatórias nesta 1ª etapa (Foto - Divulgação / FEMASURF)
Os surfistas disputaram 26 baterias classificatórias nesta 1ª etapa (Foto - Divulgação / FEMASURF)

SÃO LUÍS – A 1ª Etapa do Circuito Maranhense de Surf 2022 começou alucinante. As baterias da competição aconteceram nos dias chuvosos de 19 e 20 de março, a partir das 06h30 da manhã em frente ao Bar do Nonato, na Praia do Olho D’Água. Além do circuito maranhense, foram realizadas as disputas dos Jogos Abertos Escolares (FEMADE). Com a realização em conjunto, os surfistas disputaram 26 baterias classificatórias, além das 07 finais (Infantil e Infanto pelos Jogos Abertos Escolares, e Iniciante, Longboard, Master, Kahuna e Open pelo circuito da FEMASURF).

Na manhã do primeiro dia de competição foram surfadas baterias das categorias Open, Master e Kahuna. Pela tarde surfaram os iniciantes e os longboarders. No segundo dia foram realizadas as semifinais e finais que coroaram os primeiros campeões do ano, em um evento que marcou o encontro e a união de gerações do surfe em nosso estado. No mesmo dia que Marcelo Piu-Piu anunciou publicamente sua aposentadoria das pranchinhas, quatro novos rostos disputaram a final da categoria infantil dos Jogos Abertos Escolares.

Em momento de grande emoção, vários surfistas aplaudiram Marcelo, lembrando da sua dedicação ao surf e persistência em defender a prática desse esporte nas praias da capital e pelo interior do estado. Foi lembrado que ele esteve nas expedições pioneiras que desbravaram e surfaram pela primeira vez as ondas da Pororoca e dos Lençóis Maranhenses. Marcelo agradeceu a homenagem, contou algumas histórias dessas aventuras e demonstrou grande emoção ao ver amigos surfistas de várias gerações presentes para lhe aplaudir e lembrar da sua importância para toda a comunidade do surf.

Infantil

Na bateria infantil, aberta para todas as idades até 14 anos, alguns surfistas eram empurrados nas ondas por seus pais e/ou professores que acompanhavam de dentro d’água. Um atleta chamou atenção por sua desenvoltura nas remadas e posicionamento no pico. Amir Guilherme Lopes disse para seu pai que já se garantia para entrar sozinho, passou a arrebentação na remada, se posicionou bem e pegou algumas das melhores ondas para finalizar em segundo lugar. O campeão da categoria foi Malike Encarnação e, além dele, disputaram a final o pequeno Theo Nonato, surfista mais novo a entrar nessa competição e Leonardo Lobato.

Infanto

Na infanto, a vitória ficou com Kadu Pakinha, seguido por Raony Oliveira, João Guilherme e Paulo Victor.

Iniciante

A categoria iniciante do circuito era aguardada por todos com muita expectativa após os seus últimos campeões, Kadu Pakinha e Raony Oliveira, terem subido para a open. A bateria começou eletrizante com todos os surfistas pegando ondas desde o início. Leandro Leão se mostrou dominante do começo ao fim e venceu com as duas melhores ondas da bateria, somando 7,83 pts (4,33 + 3,50), seguido de Mateus Araújo com 5,40 pts (3,33 + 2,07), João Guilherme somando 4,87 pts (2,70 + 2,17) e de Victor Soares que somou 2,83 pts (1,67 + 1,16).

Longboard

No longboard Marcelo Piu-Piu escolheu melhor as ondas e foi o campeão (Foto-Divulgação / FEMASURF)
No longboard Marcelo Piu-Piu escolheu melhor as ondas e foi o campeão (Foto-Divulgação / FEMASURF)

No longboard Marcelo Piu-Piu escolheu melhor as ondas e mostrou um surfe agressivo, deixando para trás outros surfistas que apresentaram um estilo mais clássico, mas não encontraram as melhores ondas e pecaram em suas finalizações. Após 20 minutos de disputa, Piu-Piu sagrou-se campeão somando 10,97 pts (5,67 + 5,30), seguido de Vinícius Cabocão com 8,37 pts (4,57 + 3,80), Weilandy Ribeiro com 8,20 pts (4,57 + 3,63) e Lula Martins com 5,40 pts (3,33 + 2,07).

Master

Flávio Marão e Amauri Oliveira fizeram grande duelo na categoria MASTER disputando onda a onda, seguidos de perto por Luís Mendes e Sérgio Coutinho. Após algumas viradas, Flávio Marão terminou em primeiro lugar somando 13,83 pts (7,16 + 6,67), seguido de Amauri Oliveira com 12,37 pts (6,37 + 6,00), Luís Mendes com 8,63 pts (4,47 + 4,16) e Sérgio Coutinho com 7,67 pts (4,33 +3,34).

Kahuna

A final da categoria KAHUNA foi disputada pelos intermináveis Tito Soares, Paulo Encarnação, Kell Nunes e Rodolfo Leite. A bateria começou com Tito pegando a primeira boa onda e largando na liderança, pressionado por Rodolfo e Paulo. Kell não se encontrava e começou pegando ondas ruins.

A bateria começou a ter uma reviravolta quando Kell Nunes pegou sua quarta onda e conseguiu um 3,93 e voltou pro jogo. Na onda seguinte ele conseguiu a segunda melhor nota da bateria e assumiu a liderança, seguido de perto por Tito Elias que precisava de apenas 3,18 pontos para retomar a primeira colocação. A tensão acompanhou os atletas até o último minuto. No final, de virada, deu Kell Nunes com 8,50 pts (4,57 + 3,93), colado em segundo, mesmo com a melhor nota da bateria, ficou Tito Soares que somou 8,47 pts (5,33 + 3,14), seguido de Rodolfo Leite com 7,97 pts (4,17 + 3,80) e Paulo Encarnação com 6,90 pts (3,73 + 3,17).

Open

A final mais disputada aconteceu na categoria OPEN onde os surfistas disputaram onda a onda com várias alternâncias de liderança. Flávio Marão, atual campeão da categoria, começou impondo o seu ritmo, mas não conseguia descolar de Júlio César e Amauri Oliveira. Eduardo Lobato enfrentava dificuldades para se posicionar no pico.

A liderança era constantemente alternada entre Júlio, Flávio (que teve a melhor onda da bateria) e Amauri, até que em sua sexta onda Julío Cesar conseguiu um 6,13 para tomar a primeira posição que manteve até o final somando 12,10 pts (6,13 +5,97), seguido de Amauri Oliveira com 11,97 pts (6,14 + 5,83), Flávio Marão com 11,93 pts (6,33 +5,60) e Eduardo Lobato com 8,47 pts (4,5 + 3,97).

CLASSIFICAÇÃO FINAL POR CATEGORIA.

INFANTIL
CAMPEÃO: Malike Encanação
2º LUGAR: Amir Guilherme
3º LUGAR: Leonardo Lobato
4º LUGAR: Theo Nonato.

INFANTO
CAMPEÃO: Kadu Pakinha
2º LUGAR: Raony Oliveira
3º LUGAR: João Guilherme
4º LUGAR: Paulo Victor

INICIANTE
CAMPEÃO: Leandro Leão
2º LUGAR: Mateus Araujo
3º LUGAR: João Guilherme
4º LUGAR: Victor Soares.

LONGBOARD
CAMPEÃO: Marcelo PiuPiu
2º LUGAR: Vinícius Cabocão
3º LUGAR: Weilandy Ribeiro
4º LUGAR: Lula Martins

MASTER
CAMPEÃO: Flávio Marão
2º LUGAR: Amauri Oliveira
3º LUGAR: Luis Mendes
4º LUGAR: Sérgio Coutinho

KAHUNA
CAMPEÃO: Kell Nunes
2º LUGAR: Tito Soares
3º LUGAR: Rodolfo Leite
4º LUGAR: Paulo Encanação

OPEN
CAMPEÃO: Júlio César
2º LUGAR: Amauri Oliveira
3º LUGAR: Flávio Marão
4º LUGAR: Eduardo Lobato.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.