Não deu!

IAPE perde nos pênaltis para o Desportivo Brasil e deixa a Copa São Paulo na terceira fase

Canário foi derrotado nos pênaltis, por 5 x 4, após empate em 1 x 1.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h36
IAPE perdeu nos pênaltis em Porto Feliz
IAPE perdeu nos pênaltis em Porto Feliz (Renan Camargo / Desportivo Brasil)

PORTO FELIZ - O sonho de avançar às oitavas de final da Copinha acabou para o IAPE. O Canário da Ilha foi valente, empatou em 1 x 1 no tempo normal com o Desportivo Brasil na tarde deste sábado (15), mas foi eliminado nos pênaltis, com derrota de 5 x 4. Geovanny Morais fez para os donos da casa e Pedro empatou no fim do segundo tempo. O camisa 10 Diogo desperdiçou a última cobrança que decretou a derrota do time maranhense.

DB na frente

Aos 18 o DB quase abre o plancar com Deivid Braga, mas Wederson salvou o IAPE, o ataque estava de cara com o goleiro. Aos 25 o time da casa chegou mais uma vez na velocidade, e aos 29 veio o gol. Geovanny Morais recebeu sozinho dentro da área, fez um lindo domínio, se livrou da marcação, e chutou rasteiro para marcar.

IAPE empata no fim

Etapa final começou bem pegada, com jogadas mais ríspidas, mas com poucas chances de gol. Arlindo Maracanã fez várias mudanças, mas o IAPE não conseguia agredir o DB. Aos 37 o IAPE teve uma chance com Michael, em uma bola parada na entrada da área, mas o zagueiro tirou muito do goleiro e errou o alvo.

No fim do segundo tempo, aos 40 minutos, o gol de empate do Canário da Ilha veio com uma bola parada. Pedro escorou cruzamento de escanteio e testou para deixar tudo igual em Porto Feliz: 1 x 1.

Camisa 10 erra pênalti e IAPE é eliminado

Mateus Rampon bateu forte e fez o primeiro para o Desportivo Brasil. Em seguida, David Renan bateu no ângulo e deixou tudo igual: 1 x 1 Yago Brito também acertou o ângulo, 2 x 1. Vitor bateu com calma desempatou para o IAPE: 2 x 2. Kaike foi frio e deslocou o goleiro do time maranhense: 3 x 2. Gabriel Barros fez e manteve também o IAPE com 100% de aproveitamento: 3 x 3.

Na cobrança seguinte, Victor Bárbara mandou uma bomba sem chances para o goleiro. Gustavo chutou rasteiro e deslocou o goleiro: 4 x 4. Marcelo também fez, abrindo 5 x 4, e, na última cobrança do Canário da Ilha Diogo bateu muito mal, quase no meio, e o Desportivo Brasil avançou às oitavas de final.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.