Copa do Mundo

Prestes a quebrar novo recorde, Daniel Alves destaca orgulho de defender a Seleção

Lateral direito de 39 anos irá se tornar o jogador mais velho a vestir a camisa do Brasil em Mundiais.

Gazetapress

Daniel Alves em treino do Brasil no Catar
Daniel Alves em treino do Brasil no Catar (Lucas Figueiredo/CBF)

Doha - Nesta sexta-feira (2), a Seleção Brasileira encara Camarões pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. A partida será especial para o experiente Daniel Alves. Ao entrar em campo, o lateral direito de 39 anos irá se tornar o jogador mais velho a vestir a camisa do Brasil em Mundiais.

O defensor irá quebrar o recorde de Djalma Santos, que disputou a Copa do Mundo de 1966. Na ocasião, o lateral direito atuou com 37 anos.

Em entrevista coletiva, Daniel Alves comentou a sensação de disputar poder defender a Seleção Brasileira mais uma vez. Este será o seu terceiro Mundial.

"Para mim representa o fato de estar vestindo a camisa da seleção. Não importa a competição. O que importa é poder representar o Brasil em uma competição tão grandiosa como a Copa. É um motivo de orgulho. São muitos anos de história e poder encerrar esse ciclo jogando uma copa é uma satisfação muito grande", disse.

Convocado pela primeira vez em 2006, o lateral disputará o seu 126º jogo como atleta do Brasil nesta sexta-feira, contra Camarões. A bola rola no gramado do Estádio Lusail a partir das 16 horas (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos.

O Brasil lidera a chave G, com seis pontos, e já está classificado para as oitavas de final.

Daniel Alves, aliás, mira conquistar a sua primeira Copa. Até o momento, ele soma dois títulos da Copa América e dois da Copa das Confederações, além de um ouro olímpico conquistado nos jogos de Tóquio em 2020.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.