Já imaginou?

E se Mbappé estivesse hoje na seleção de Camarões? entenda o caso

Craque francês por pouco não defendeu a seleção que o Brasil enfrenta nesta sexta-feira (2).

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

Mbappé é campeão do mundo com a seleção francesa
Mbappé é campeão do mundo com a seleção francesa (Reprodução / Twitter da seleção da França)


 

SÃO LUÍS – Classificado e com a primeira colocação praticamente certa, o Brasil entra em campo nesta sexta-feira (2) para enfrentar Camarções com um time reserva e, ainda assim, é favorito no confronto. Isso muito por conta do elenco da seleção africana que, mesmo com vários atletas atuando na Europa, tem poucos atletas nas grandes equipes, os de maior destaque são Choupo-Moting (Bayern de Munique) e Anguissa (Nápoli). Porém, poderia ser bem diferente se o campeão do mundo pela França, Mbappé, tivesse aceitado convites para defender o time camaronês. Filho de um camaronês e uma argelina, o craque do PSG nasceu em Paris, mas poderia hoje está no caminho do time de Tite.

Campeão do mundo com a França em 2018, Kylian Mbappé já tem três na Copa do Catar e é um dos cotados a craque da competição. Mas a situação poderia se outra, isso se ele tivesse aceitado defender o time do país que seu pai nasceu. Wilfried, pai do atacante, nasceu em Camarões e foi para a França trabalhar com futebol. Já a mãe de Mbappé é Fayza Lamari, uma ex-jogadora de handebol com descendência argelina.

Porém, jogar na Argélia nunca foi debatido. Porém, o pai do atleta já chegou a tentar uma convocação para Camarões, ante do jogador estourar para o futebol mundial. Wilfried já chegou a acusar a federação camaronesa de “boicote” ao seu filho.

Anos depois, quando Mbappé defendia o Mônaco, a federação de Camarões chegou a tentar convocá-lo, mas o atacante já estava defendendo as categorias de base da seleção francesa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.