Falou grosso

"Jogadores não são máquinas", diz técnico do Bayern

Profissional entende que parte física pesou no jogo

Com informações da Agência Brasil

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h16
Técnico defendeu jogadores e tentou dar tranquilidade
Técnico defendeu jogadores e tentou dar tranquilidade (Sports Max)

MUNIQUE (ALE) - Os jogadores do Bayern de Munique não são máquinas e também podem ter um dia ruim, disse o técnico Julian Nagelsmann, nesta sexta-feira, em uma tentativa de explicar a chocante goleada de 5 a 0 sofrida para o Borussia Moenchengladbach na Copa da Alemanha.

Nagelsmann, que perdeu o jogo da segunda rodada e ainda estará em quarentena no sábado, quando o Bayern visitará o Union Berlin pela liga alemã, após ter contraído a Covid-19, disse que a goleada mostrou que muitas coisas deram errado ao mesmo tempo.

Ele prometeu, no entanto, que seu time será completamente diferente contra o Union. "Somos humanos e não máquinas", disse Nagelsmann em entrevista coletiva virtual nesta sexta-feira (29).

Segundo ele, o time não é imbatível. "Podemos cometer erros, e combinado com um bom adversário e um dia ruim para nós, resultou em três gols em 21 minutos", afirmou.

Os bávaros sofreram a derrota mais pesada de todos os tempos na Copa da Alemanha, após um início dominante na Bundesliga e na Liga dos Campeões, onde lideram o grupo, com 12 gols marcados e nenhum sofrido.

Na Bundesliga, o time já marcou 33 gols nos primeiros nove jogos para liderar a disputa pelo título.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.