Série B

Sampaio Corrêa e Cruzeiro empatam em jogo morno no Castelão

As duas equipes chegaram aos 47 pontos na Série B, mas o Tricolor ocupa a 10ª posição, uma acima da Raposa, por ter mais vitórias.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte18/11/2021 às 23h33
Sampaio Corrêa e Cruzeiro empatam em jogo morno no CastelãoSampaio Corrêa e Cruzeiro se enfrentaram pela 37ª e penúltima rodada da Série B. (Matheus Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS - Em seu último compromisso como mandante nesta temporada, o Sampaio Corrêa recebeu o Cruzeiro na noite desta quinta-feira (18), em partida válida pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro Série B, com o objetivo de voltar a vencer e dar uma alegria ao torcedor tricolor que compareceu ao Estádio Castelão. O Tricolor até teve um ótimo início diante da Raposa, mas não conseguiu segurar o resultado desejado e teve que se contentar com o empate por 1 a 1, que encaminhou ainda mais a permanência das duas equipes na Segundona em 2022.

Empurrado pela torcida, o Sampaio Corrêa foi para cima do Cruzeiro e abriu o placar logo aos sete minutos, com uma obra-prima de Maurício, que recebeu passe de Roney na entrada da área e acertou o ângulo esquerdo de Fábio, marcando um belo gol no Castelão. O Tubarão ainda tentou manter o ritmo no campo de ataque, mas a Raposa reagiu na partida e buscou o empate aos 40 minutos: após cobrança de falta de Rômulo, Léo Santos aproveitou o erro da defesa tricolor e deixou tudo igual. Na etapa final, satisfeitos com o empate, Sampaio e Cruzeiro praticamente não se mexeram e esperaram o tempo passar.

Com o empate no Castelão, Sampaio Corrêa e Cruzeiro chegaram aos 47 pontos cada um na Série B. A Bolívia Querida, entretanto, leva vantagem na classificação e ocupa a 10ª colocação, uma acima da Raposa, por ter mais vitórias durante toda a Segundona. As duas equipes ainda não se livraram matematicamente do rebaixamento, mas só uma combinação extremamente improvável de resultados garantiria algum risco de queda para a Terceira Divisão.

O último compromisso do Sampaio Corrêa nessa edição da Série B e na temporada está marcado para a tarde do próximo domingo (28), às 16h, diante do Avaí, no Estádio da Ressacada, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. Na mesma data e horário, o Cruzeiro recebe o Náutico em Belo Horizonte, em estádio a ser definido pela Raposa.

O jogo

Focado em conquistar uma vitória no último jogo ao lado da torcida tricolor na temporada, o Sampaio Corrêa teve um início avassalador diante do Cruzeiro. Aos sete minutos, Roney aproveitou cobrança curta de escanteio, deu três dribles em Rômulo e passou na medida para Maurício, que acertou um chute forte, no ângulo esquerdo de Fábio, marcando um golaço para a Bolívia Querida. Mesmo em vantagem, o Sampaio não reduziu o ritmo e perdeu uma boa chance de ampliar o placar aos 11: após puxar contragolpe, Pimentinha deixou Léo Artur na cara do gol, mas Fábio conseguiu fazer uma grande defesa.

Depois de um bom começo do Sampaio Corrêa, o Cruzeiro foi impondo seu ritmo aos poucos. Aos 19 minutos, Adriano deu um belo passe para Claudinho, que tentou o gol por cobertura na saída de Luiz Daniel, mas mandou a bola para fora. Pouco depois, aos 24, Thiago foi lançado, invadiu a grande área, chutou cruzado e obrigou Luiz Daniel a espalmar a bola para fora.

Na reta final do primeiro tempo, o Sampaio Corrêa tentou ser agressivo novamente, enquanto o Cruzeiro tentava manter a posse de bola e encontrar espaços na defesa tricolor. Aos 30 minutos, Pimentinha fez bela jogada e serviu Roney, que não chutou bem e mandou a bola pela linha de fundo. Com o Sampaio perdendo chances, o Cruzeiro aproveitou um erro da defesa tricolor para empatar a partida aos 40: após cobrança de falta de Rômulo, Luiz Daniel saiu mal do gol, e Léo Santos cabeceou para o gol vazio, deixando tudo igual no Castelão.

Segundo tempo sem emoções

Com a confiança renovada pelo empate no final do primeiro tempo, o Cruzeiro tentou surpreender o Sampaio Corrêa na etapa final. Logo aos dois minutos, Claudinho arriscou de longa distância, porém, sem sucesso. O Sampaio, por sua vez, tentou responder com troca de passes no campo de ataque e linha avançada quando estava sem a bola, porém, não encontrou espaços e não forçou muitos erros da equipe mineira.

Disposto a ganhar o jogo, o técnico João Brigatti promoveu a entrada dos atacantes Jean Silva e Ciel no Sampaio Corrêa, mas a equipe tricolor não melhorou sua produção ofensiva. O Cruzeiro, por sua vez, insistiu nas bolas longas, e a defesa da Bolívia Querida, atenta, afastou todos os avanços da Raposa.

Nos minutos finais de jogo, Sampaio Corrêa e Cruzeiro pareciam completamente satisfeitos com o resultado e apenas trocaram passes, sem criar qualquer chance de gol. Com os goleiros Luiz Daniel e Fábio como meros espectadores, o Tubarão e a Raposa esperaram o tempo passar até o apito final, que confirmou mais um ponto para as duas equipes na Série B.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel; Maurício, Allan Godói, Nilson Junior e Éder Lima; Betinho (Márcio Araújo), Ferreira e Léo Artur (Gui Campana); Pimentinha, Roney (Jean Silva) e Jackson (Ciel). Treinador: João Brigatti

CRUZEIRO: Fábio; Rômulo (Norberto), Léo Santos, Eduardo Brock e Jean; Adriano, Lucas Ventura e Giovanni; Felipe Augusto, Claudinho (Vitor Roque) e Thiago. Treinador: Vanderlei Luxemburgo

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.