Série B

Sampaio Corrêa sofre gol no começo de jogo e perde para o Vitória no Castelão

Tricolor permanece em 10º lugar na Série B, enquanto o Leão ganha fôlego na luta contra o rebaixamento.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte12/10/2021 às 21h51
Sampaio Corrêa sofre gol no começo de jogo e perde para o Vitória no CastelãoSampaio Corrêa e Vitória se enfrentaram no Castelão. (John Tavares / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Com a confiança nas alturas depois de derrotar o Vasco em um jogo emocionante e histórico, o Sampaio Corrêa voltou a campo pelo Campeonato Brasileiro Série B na noite desta terça-feira (12), em duelo contra o Vitória, pela 30ª rodada da competição nacional. Contando com o apoio da torcida no Estádio Castelão, o Tricolor tinha o objetivo de conquistar mais um triunfo em casa, se afastar de vez do risco de rebaixamento e ganhar fôlego na disputa pelo G4 da Segundona, mas não conseguiu o resultado que desejava: com um gol sofrido no começo de partida e uma atuação abaixo das expectativas, o Sampaio foi derrotado por 1 a 0 pelo Vitória e permanece no meio da classificação da Série B.

Antes que o cenário da partida se desenhasse no Castelão, o Sampaio Corrêa foi surpreendido pelo Vitória, que avançou suas linhas e precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar: após cobrança de falta de Eduardo, a bola bateu em Baraka, enganou o goleiro Luiz Daniel e foi parar no fundo do gol. Tendo que lidar com o prejuízo no marcador durante quase toda a partida, o Sampaio sentiu a pressão e não teve criatividade para furar a marcação do Vitória, que não abriu mão de sua estratégia e confirmou o triunfo como visitante sem maiores dificuldades.

O tropeço no Castelão mantém o Sampaio Corrêa na 10ª colocação da Série B, com 40 pontos. A Bolívia Querida tem oito pontos a menos que o Goiás, equipe de pior campanha no G4 da Segundona, e 10 a mais que o Londrina, primeiro time na zona de rebaixamento. Já o Vitória, que voltou a triunfar na competição nacional após sete jogos, permanece na 18ª colocação, mas chegou aos 29 pontos e respirou na luta contra a queda para a Série C.

Agora, o Sampaio Corrêa terá uma semana de descanso e preparação até o próximo compromisso na Série B, diante do líder Coritiba. O duelo será disputado na próxima terça-feira (19), a partir das 21h30, no Estádio Couto Pereira, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Vitória, por sua vez, só volta a campo no dia 23 de outubro, às 16h30, contra o Brasil de Pelotas, no Estádio Barradão.

O jogo

Mesmo atuando fora de casa, o Vitória não se intimidou com o entusiasmo da torcida do Sampaio Corrêa no Castelão e abriu o placar em sua primeira finalização. Aos quatro minutos, Eduardo cobrou falta rasteira, a bola bateu em Baraka, enganou o goleiro Luiz Daniel e foi parar dentro das redes. A vantagem no placar não diminuiu o ímpeto do Vitória, que voltou a assustar o Tricolor aos 15: após cobrança de escanteio de Eduardo, Mateus Moraes cabeceou a bola pela linha de fundo.

Depois da pressão inicial do Vitória, o Sampaio Corrêa tentou valorizar a posse de bola e ditar o ritmo da partida, mas abusou dos erros de passe, irritando a torcida tricolor no Castelão. Enquanto o Tricolor sofria para avançar, o Vitória tentava ampliar a vantagem: Marcinho, aos 24, arriscou o chute, e Luiz Daniel segurou firme.

Sem conseguir passar pela forte marcação do Vitória, a equipe do Sampaio Corrêa só levou perigo aos 36 minutos, em jogada individual do lateral Watson, que arriscou a finalização e mandou a bola pela linha de fundo. O Leão, por sua vez, quase marcou o segundo gol aos 39: após cruzamento de Bruno Oliveira, Manoel perdeu o tempo da bola e cabeceou mal, mesmo estando livre na grande área.

Sampaio pressiona no fim, mas Vitória se segura

No começo do segundo tempo, o Sampaio Corrêa tentou esboçar uma pressão sobre o Vitória, que mantinha sua postura de segurar a bola, trocar passes e apostar no desespero dos donos da casa. Confiante, o Leão teve mais uma chance de marcar o segundo gol aos sete minutos, entretanto, a finalização de Fabinho foi defendida por Luiz Daniel. No minuto seguinte, Ciel tentou responder pelo Sampaio, e Lucas Arcanjo não teve dificuldades para segurar o chute do atacante da Bolívia Querida.

Com o passar do tempo, o Vitória recuou e passou a apostar nos contragolpes. Atento, o Sampaio Corrêa tentou explorar esse recuo, principalmente com os avanços pela ponta-direita. Ferreira, aos 25 minutos, tentou a jogada individual e cruzou para a grande área, mas Lucas Arcanjo se antecipou e fez a defesa pelo Rubro-Negro.

A reta final de partida foi marcada por uma pressão intensa do Sampaio Corrêa, enquanto o Vitória se segurava do jeito que dava. Aos 33 minutos, Pimentinha fez boa jogada e serviu Léo Artur, que não conseguiu finalizar bem e mandou a bola para fora. Já aos 49, Pimentinha construiu a última jogada do Tubarão e fez o levantamento na medida para Jean Silva, mas o atacante cabeceou por cima do gol, para alívio do Vitória, que confirmou o triunfo no Castelão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel; Watson, Nilson Junior, Allan Godói e Alyson (Mascarenhas); Baraka (Jean Silva), Márcio Araújo (Ferreira), Eloir e Nadson (Léo Artur); Pimentinha e Ciel (Jackson). Treinador: Felipe Surian

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Van, Mateus Moraes, Wallace Reis e Roberto; João Pedro, Eduardo (Caíque Souza) e Bruno Oliveira (Cedric); Fabinho, Marcinho (David) e Manoel (Samuel). Treinador: Wagner Lopes

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.