Série B

Sampaio Corrêa desperdiça chances e perde para o Juventude no Castelão

Tricolor pressionou, mas não conseguiu balançar as redes e continua sem pontos na Série B.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte11/08/2020 às 21h38
Sampaio Corrêa desperdiça chances e perde para o Juventude no CastelãoO Sampaio Corrêa não conseguiu aproveitar as oportunidades e foi derrotado pelo Juventude. (Lucas Almeida / L17 Comunicação / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - De volta ao Estádio Castelão, depois de uma longa paralisação da temporada por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sampaio Corrêa recebeu o Juventude na noite desta terça-feira (11), no Estádio Castelão, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Mesmo sem contar com a presença da torcida tricolor, a Bolívia Querida apostava no fator casa para conquistar seus primeiros pontos na Segundona, mas não teve competência nas finalizações e viu o Juve vencer por 1 a 0 em São Luís.

Com o alerta ligado pelo tropeço diante do Vitória na rodada de abertura da Série B, o Sampaio Corrêa foi ao ataque no primeiro tempo e pressionou o Juventude, mas esbarrou na grande atuação do goleiro Marcelo Carné, que fez três defesas difíceis. A melhor chance do Tricolor saiu dos pés de Eloir, que conseguiu driblar Carné aos 27 e finalizar para o gol, mas Augusto tirou a bola quase em cima da linha e salvou o Juventude. Na etapa final, o Alviverde precisou de apenas 10 minutos para abrir o placar, em cobrança de pênalti do volante João Paulo, e se segurou para confirmar a vitória no Castelão.

Com a segunda derrota consecutiva, o Sampaio Corrêa continua sem pontos na Série B e está provisoriamente na última posição da competição nacional. O Tricolor depende de outros resultados da rodada para deixar a lanterna pelo saldo de gols. Já o Juventude, com seis pontos em dois jogos, assumiu a liderança da Segundona, também de maneira provisória.

O Sampaio Corrêa terá mais uma oportunidade de reação na Série B em partida diante da Chapecoense, marcada para a manhã deste domingo (16), às 11h, na Arena Condá, em Chapecó, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Juventude, por sua vez, encara o Paraná na noite desta sexta-feira (14), às 21h30, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo

Embalado pela estreia vitoriosa na Série B, o Juventude avançou suas linhas, apertou a saída de bola do Sampaio Corrêa e sinalizou uma pressão no Castelão, mas quem teve a primeira grande oportunidade de gol foi a equipe maranhense: Jackson, aos 10 minutos, foi lançado por Gustavo Ramos e chutou em cima do goleiro Marcelo Carné, que fechou bem o ângulo do atacante tricolor. Pouco depois, aos 12, João Victor deu um passe na medida para Gustavo Ramos finalizar bem, para mais uma difícil defesa de Marcelo Carné.

As tentativas do Sampaio Corrêa não intimidaram o Juventude, que manteve a troca de passes no campo de ataque, procurando o momento certo para pressionar. Aos 18 minutos, João Paulo teve a chance pela equipe alviverde, em finalização de longa distância que saiu pela linha de fundo. O Sampaio, por outro lado, se defendia bem e acumulava oportunidades perdidas: aos 23 minutos, Daniel Penha arriscou de longe, e Marcelo Carné salvou mais uma vez o Juventude. Já aos 27, Eloir foi lançado por Joazi, driblou Marcelo Carné e chutou para o gol, mas o zagueiro Augusto se recuperou na jogada e salvou a equipe jaconera.

Sem sucesso no campo de ataque, o Sampaio Corrêa diminuiu o ritmo na reta final do primeiro tempo, e o Juventude não conseguiu criar espaços. Aos 34, o Alviverde teve uma chance com Gustavo Bochecha, que recebeu passe de Breno Lopes e arriscou a finalização. Mais uma vez, a defesa do Sampaio travou a tentativa da equipe visitante.

Juventude abre placar no começo do segundo tempo e garante vitória

Antes que o cenário da etapa final se desenhasse no Castelão, o Juventude abriu o placar logo aos oito minutos: após Helder ser derrubado por Daniel Felipe na grande área, João Paulo cobrou pênalti com categoria e marcou pelo Juve. O Sampaio tentou uma reação logo aos 10, com Daniel Penha, em chute que passou por cima do gol da equipe alviverde.

Satisfeito com o placar no Castelão, o time do Juventude diminuiu o ritmo e passou a trocar passes no campo de defesa, e o Sampaio encontrou dificuldade para recuperar a posse de bola. Aproveitando o momento irregular do Tricolor na partida, o Alviverde quase marcou o segundo gol aos 31, com Renato Cajá, que aproveitou erro de Joazi, finalizou e foi travado pela marcação da Bolívia Querida.

Os minutos finais de partida no Castelão foram marcados pela pressão do Sampaio Corrêa, que se lançou todo ao ataque em busca do gol de empate. O ataque tricolor, entretanto, não estava em uma noite inspirada, e a defesa do Juventude conseguiu segurar a vitória até o final do jogo.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Joazi (Luis Gustavo), Daniel Felipe, Paulo Sérgio e João Victor; André Luiz, Eloir e Daniel Penha (Marcinho); Gustavo Ramos (Diego Tavares), Roney (Luan Ferreira) e Jackson (Caio Dantas). Treinador: Léo Condé

JUVENTUDE: Marcelo Carné; Luis Ricardo, Augusto, Reynaldo e Helder; João Paulo, Gustavo Bochecha (Marciel), Gabriel Bispo e Renato Cajá (Samuel Santos); Breno Lopes (Roberto) e Dalberto (Gabriel Terra). Treinador: Pintado

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.