Série B

Sampaio Corrêa perde para o Ituano, amplia jejum na Série B e se complica na luta contra o rebaixamento

Sem vencer há sete jogos, Tricolor volta para a zona de rebaixamento da Segundona.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

- Atualizada em 12/11/2023 às 02h04
Ituano e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Novelli Junior, pela 36ª rodada da Série B.
Ituano e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Novelli Junior, pela 36ª rodada da Série B. (Ronald Felipe / Sampaio Corrêa FC)

ITU - Pressionado por um jejum de vitórias e pela ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa encarou o Ituano na tarde deste sábado (11), no Estádio Novelli Junior, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Diante de um adversário que também corre o risco de queda para a Série C e que não vencia há 10 rodadas, a Bolívia Querida vivia a expectativa de encerrar a má fase e se distanciar do Z4 da Segundona, mas o objetivo tricolor não foi cumprido: com uma atuação apática, principalmente no primeiro tempo, o Sampaio perdeu por 2 a 1 para o Ituano e viu sua situação piorar na luta para permanecer na Série B em 2024.

Saiba mais:

Sampaio Corrêa vai para a zona de rebaixamento a duas rodadas do fim da Série B

Maurício cobra personalidade do Sampaio Corrêa em momento difícil: "Temos que dar a cara a tapa"

VÍDEO: Assista aos melhores momentos de Ituano 2 x 1 Sampaio Corrêa

Mesmo atuando com três atacantes, o Sampaio Corrêa teve dificuldades para criar chances de gol diante do Ituano, que teve uma ótima atuação no primeiro tempo e fez esse domínio se refletir no placar: Mário Sérgio, aos 17 minutos, abriu o placar para o Galo de Itu, enquanto Eduardo Person ampliou a vantagem rubro-negra aos 42. Na etapa final, o Sampaio foi mais agressivo, conseguiu diminuir o prejuízo logo aos dois minutos, com o artilheiro Ytalo, entretanto, não foi o suficiente para impedir a derrota no Novelli Junior.

Com o tropeço em Itu, o Sampaio Corrêa, que tem 36 pontos, completou sete jogos sem vitórias e voltou para a zona de rebaixamento, onde ocupa a 18ª colocação, após vitórias de Ponte Preta e Chapecoense na sequência da rodada. Já o Ituano, com 40 pontos, assumiu a 14ª posição da Série B e deu um grande passo para escapar da queda na competição nacional.

Ainda na saga para escapar do rebaixamento, o Sampaio Corrêa volta a campo pela Série B no dia 20 de novembro, às 19h, diante do Avaí, no Estádio Castelão, com cobertura completa do Imirante Esporte e transmissão da rádio Mirante AM. O Ituano, por sua vez, encara a Chapecoense na noite da próxima sexta-feira (17), às 19h, no Estádio Novelli Junior.

O jogo

Assim que a partida começou no Novelli Junior, o Sampaio Corrêa avançou suas linhas para forçar erros do Ituano, porém, o Galo de Itu valorizou a posse de bola e criou as primeiras oportunidades de gol. Logo aos três minutos, o lateral Pacheco recebeu cruzamento na grande área e cabeceou firme, para fora. Já aos nove, Yann Rolim arriscou de longe e pegou mal na bola, que saiu pela linha de fundo.

Enquanto o Sampaio Corrêa sofria para trocar passes e chegar ao campo de ataque, o Ituano manteve o domínio do jogo. Aos 15 minutos, Matheus Cadorini foi lançado por Wesley na grande área, fez o desvio de cabeça e parou em grande defesa de Thiago Braga. De tanto pressionar, o Galo de Itu chegou ao gol aos 17: após levantamento de Pacheco, o lateral-esquerdo Mário Sérgio apareceu como elemento surpresa na grande área e conseguiu o cabeceio, sem chances para Thiago Braga.

No prejuízo, o Sampaio Corrêa conseguiu segurar mais a bola na reta final do primeiro tempo, mas o Ituano continuava levando mais perigo em seus avanços. Aos 36 minutos, Wesley recebeu passe de José Aldo na grande área, chutou e acertou a rede pelo lado de fora. No lance seguinte, aos 37, o zagueiro Rafael Pereira aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou em direção ao gol, para defesa de Thiago Braga. Animado, o Ituano manteve a pressão e ampliou a vantagem no Novelli Junior aos 42, com Eduardo Person, que foi lançado em profundidade por Yann Rolim e bateu cruzado, longe do alcance de Thiago Braga.

Sampaio esboça reação, mas Ituano segura vitória

Pressionado pela atuação ruim e pela ótima vantagem conquistada pelo Ituano no primeiro tempo, o Sampaio Corrêa voltou com as linhas avançadas para a etapa final e conseguiu diminuir o prejuízo com apenas dois minutos. Após chutão da defesa tricolor, o atacante Ytalo aproveitou um erro do zagueiro Rafael Pereira, do Ituano, driblou o goleiro Jefferson Paulino e mandou para o gol vazio. Com a confiança renovada, o Sampaio permaneceu no ataque: Neto Paraíba, aos 12, arriscou de longe, mas a bola bateu na marcação e saiu.

Apostando nas jogadas pelas pontas e na troca rápida de passes, o Sampaio Corrêa passou a dominar o Ituano, que recuou, abusou das faltas para tentar frear o ataque da Bolívia Querida e tentou explorar os contragolpes. Aos 26 minutos, Ytalo recebeu passe na grande área e devolveu para Thiaguinho, que arriscou o chute e foi travado pela defesa do Galo de Itu.

Diante de um Ituano que pouco ameaçava, o Sampaio Corrêa dominou completamente as ações no momento decisivo da partida. Aos 35 minutos, Robinho tabelou com Neto Paraíba, ficou livre na entrada da grande área e tentou o chute colocado, porém, Jefferson Paulino estava bem posicionado e segurou firme, sem dar rebote. Depois disso, o Sampaio permaneceu no ataque, investindo principalmente nos cruzamentos para a grande área, mas o Ituano se fechou bem, confirmou a vitória em casa e complicou ainda mais a vida da equipe maranhense na Série B.

FICHA TÉCNICA

ITUANO: Jefferson Paulino; Pacheco, Rafael Pereira, Marcel e Mário Sérgio; José Aldo, Yann Rolim (Vinícius Balieiro) e Eduardo Person (Rafael Carvalheira); Wesley (Felipe Fonseca), Felipe Saraiva (Thiaguinho) e Matheus Cadorini (Hélio Borges). Treinador: Marcinho Freitas

SAMPAIO CORRÊA: Thiago Braga; Samuel Santos (Maurício), Gustavo Henrique, Rafael Jansen e Alyson (Vitinho); Ferreira, Eloir (Robinho) e Neto Paraíba (Getterson); Thiaguinho, Henrique Rafael (Riquelmo) e Ytalo. Treinador: Dejair Ferreira

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.