Série B

Sampaio Corrêa perde para o Tombense e vê G4 da Série B ficar mais distante

Tricolor continua sem vencer como visitante na Segundona e agora está a nove pontos da zona de acesso.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

- Atualizada em 30/07/2022 às 00h26
Tombense e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé.
Tombense e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé. (Ronald Felipe / Sampaio Corrêa FC)

MURIAÉ - O Sampaio Corrêa teve que encarar, mais uma vez, a difícil missão de disputar uma partida longe de São Luís no Campeonato Brasileiro Série B na noite desta sexta-feira (29), desta vez contra o Tombense, no Estádio Soares de Azevedo, pela 21ª rodada da Segundona. Embalado pela goleada sobre o Sport em seu compromisso anterior na Série B, o Tubarão não fez mudanças no time titular e chegou a Muriaé na expectativa de encerrar o incômodo jejum fora de casa na competição nacional, porém, o triste roteiro como visitante se repetiu no interior mineiro, para desespero da torcida tricolor: com uma atuação abaixo das expectativas, principalmente no segundo tempo, o Sampaio foi derrotado por 3 a 0 pelo Tombense e perdeu fôlego na luta pelo G4 da Série B.

Depois de um primeiro tempo equilibrado e com poucas chances de gol para as duas equipes, o Tombense voltou do intervalo com uma postura agressiva no campo de ataque e não demorou a encaminhar a vitória: Rodrigo abriu o placar para o Gavião Carcará aos dois minutos do segundo tempo, enquanto Jean Lucas ampliou a vantagem aos 11. O Sampaio Corrêa ainda tentou reagir, porém, o Tombense fechou bem os espaços e ainda conseguiu o terceiro gol aos 47, com o ex-tricolor Ciel.

A derrota em Muriaé foi uma ducha de água fria para o objetivo do Sampaio Corrêa de se aproximar do G4 da Série B: agora, a Bolívia Querida está na oitava colocação da Segundona, com 28 pontos, nove a menos que o quarto colocado Grêmio. Já o Tombense, que chegou aos 32 pontos, subiu para a quinta posição com o triunfo em casa e ganhou força na disputa pela zona de acesso.

O Sampaio Corrêa volta a jogar pela Série B na noite da próxima quinta-feira (4), às 19h, diante do Brusque, no Estádio Augusto Bauer, em partida que terá transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Tombense, por sua vez, encara o Cruzeiro na noite do próximo sábado (6), a partir das 19h, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo

Determinado a fazer valer o fator casa, o Tombense avançou suas linhas e tentou impor uma pressão sobre o Sampaio Corrêa, que encontrou dificuldades de trocar passes no campo de ataque. Aos sete minutos, Bruno Mota teve a primeira chance da equipe mineira, ao ser lançado na grande área e cabecear a bola pela linha de fundo. Pouco depois, aos 13, Nenê Bonilha tentou o chute de longe pelo Gavião-Carcará, sem sucesso.

Após o bom momento inicial, o Tombense diminuiu o ritmo e viu o Sampaio Corrêa equilibrar a partida, porém, a Bolívia Querida não conseguiu levar perigo ao gol de Felipe Garcia. Diante da baixa produção ofensiva do Sampaio, o time do Tombense voltou a assustar aos 22 minutos: Nenê Bonilha foi lançado na entrada da grande área, conseguiu a finalização e Gabriel Batista, bem posicionado, fez uma defesa tranquila.

Sem achar espaços na defesa do Tombense, o Sampaio Corrêa insistiu nas finalizações de longa distância na reta final do primeiro tempo. André Luiz, aos 33 minutos, avançou livre com a bola e soltou o chute forte, que passou perto do gol. Já aos 44, Ygor Catatau bateu firme para o gol, a bola desviou na zaga do Tombense e ficou tranquila para a defesa de Felipe Garcia.

Tombense aproveita chances e garante vitória em casa

Para surpresa do Sampaio Corrêa, o Tombense voltou para o segundo tempo em um ritmo impressionante e não demorou a abrir o placar. Logo aos dois minutos, Diego Ferreira foi lançado em profundidade e deu um passe na medida para Rodrigo, que estava bem posicionado na grande área e chutou firme, sem chances para Gabriel Batista. Já aos 11, Diego Ferreira foi novamente acionado na ponta-direita e passou a bola para Jean Lucas, que limpou a marcação na grande área e acertou um belo chute, ampliando a vantagem do Gavião-Carcará.

Atordoado, o Sampaio Corrêa foi ao ataque em busca de reação, entretanto, o Tombense continuou com uma marcação implacável e ainda encontrou espaços nos contragolpes. Ciel, aos 19 minutos, foi lançado por Renatinho, invadiu a área e chutou forte, por cima do gol. O Sampaio só voltou a levar perigo aos donos da casa aos 25, com Pará cobrando falta para uma boa defesa de Felipe Garcia.

Satisfeito com o resultado, o Tombense se fechou no campo de defesa nos últimos minutos de partida, enquanto o Sampaio Corrêa tentava diminuir o prejuízo, apostando principalmente em levantamentos de bola para a grande área. Aos 42 minutos, Mateusinho cobrou falta, Andrey subiu mais que a zaga da equipe mineira, mas não conseguiu cabecear firme. Já aos 47, no último lance da partida, o Tombense conseguiu o terceiro gol em um contragolpe: Ciel, livre na grande área, recebeu passe de David e bateu com categoria, longe do alcance de Gabriel Batista.

FICHA TÉCNICA

TOMBENSE: Felipe Garcia; Diego Ferreira (David), Marcondes, Roger Carvalho e Manoel; Rodrigo, Zé Ricardo (Guilherme Rend) e Nenê Bonilha; Jean Lucas, Renatinho (Kleiton) e Bruno Mota (Matheus Frizzo). Treinador: Bruno Pivetti

SAMPAIO CORRÊA: Gabriel Batista; Mateusinho, Allan Godói, Nilson Junior e Pará (Lucas Hipólito); André Luiz, Ferreira (Lucas Araújo) e Rafael Vila (Rafael Costa); Pimentinha (Andrey), Ygor Catatau (Nadson) e Gabriel Poveda. Treinador: Léo Condé

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.