Série B

Sampaio Corrêa empata com a Ponte Preta e volta a pontuar fora de casa na Série B

Tricolor faz jogo equilibrado no Moisés Lucarelli, mas cai para o 11º lugar da Segundona.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

- Atualizada em 24/06/2022 às 00h08
Ponte Preta e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Moisés Lucarelli.
Ponte Preta e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Estádio Moisés Lucarelli. (Álvaro Jr / PontePress)

CAMPINAS - Em busca da primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa encarou a Ponte Preta na noite desta quinta-feira (23), no Estádio Moisés Lucarelli, em duelo válido pela 14ª rodada da competição nacional. Apostando em um esquema tático com três atacantes, a Bolívia Querida até teve bons momentos diante da Ponte, porém, desperdiçou suas melhores oportunidades de gol e teve que se contentar com o empate por 0 a 0 em Campinas.

Contando com o retorno de Pimentinha, o Sampaio Corrêa fez um primeiro tempo equilibrado contra a Ponte Preta e teve boas chances de abrir o placar no jogo aéreo, mas Ygor Catatau e Gabriel Poveda tiveram suas finalizações defendidas por Luan Ribeiro. Na etapa final, mesmo com a Ponte melhorando, foi a Bolívia Querida quem teve a melhor oportunidade da partida aos 16 minutos, com Gabriel Poveda parando em grande defesa de Luan Ribeiro e Ygor Catatau mandando a sobra para fora. Depois disso, o Sampaio se contentou em segurar os avanços da Ponte e conquistar o ponto fora de casa.

Com o empate no Moisés Lucarelli, o Sampaio Corrêa chegou aos 16 pontos, perdeu uma posição na tabela e agora ocupa a 11ª colocação da Série B. Já a Ponte Preta, com 13 pontos, permanece na zona de rebaixamento da Segundona, ocupando o 18º lugar.

Após dois jogos seguidos como visitante, o Sampaio Corrêa volta a jogar ao lado da torcida tricolor na noite da próxima segunda-feira (27), às 20h, diante do CSA, no Estádio Castelão, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. A Ponte Preta, por sua vez, encara o Vila Nova na terça-feira (28), às 21h30, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia.

O jogo

No começo de partida contra a Ponte Preta, o Sampaio Corrêa adotou uma postura diferente em relação aos últimos jogos como visitante na Série B e avançou suas linhas, tentando dificultar o toque de bola da equipe campineira e criar oportunidades de gol. Logo aos 10 minutos, o Tricolor assustou os donos da casa com Ygor Catatau, que aproveitou cobrança de falta de Lucas Hipólito e desviou de cabeça, para uma defesa tranquila de Luan Ribeiro. A resposta da Ponte veio aos 12: após bela jogada pela direita, Echaporã deu um passe na medida para Fessin, que não conseguiu concluir para o gol e perdeu uma grande chance de abrir o placar no Moisés Lucarelli.

Com dificuldades para trocar passes, já que o Sampaio Corrêa apertava a saída de bola no campo de ataque e se fechava bem na defesa, a Ponte Preta só voltou a levar perigo aos 25 minutos, com Tiago Amaral chutando de longa distância e parando em uma defesa firme de Luiz Daniel. Já aos 26, foi a vez da Bolívia Querida criar uma boa chance: após receber passe na direita, Pimentinha passou como quis por Douglas Mendes, bateu cruzado, e a bola passou perto do gol.

Na reta final do primeiro tempo, o Sampaio Corrêa desperdiçou uma oportunidade de ouro para abrir o placar no Moisés Lucarelli. Aos 44 minutos, Pimentinha cobrou falta para a grande área e Gabriel Poveda subiu sozinho, mas cabeceou mal, nas mãos de Luan Ribeiro. A resposta da Ponte Preta veio aos 45, com Artur, que avançou livre, arriscou o chute e quase acertou o canto direito de Luiz Daniel.

Sampaio perde grande chance e se contenta com empate

Depois de um primeiro tempo movimentado, Ponte Preta e Sampaio Corrêa voltaram do intervalo com uma postura mais cautelosa. A primeira grande chance de gol do segundo tempo só ocorreu aos 13 minutos, com Artur levantando a bola para a grande área e encontrando Lucca, que conseguiu o desvio de cabeça, mas Luiz Daniel segurou firme e evitou o gol da Ponte. Já aos 14, o Sampaio desperdiçou sua melhor oportunidade em toda a partida: após passe de Pimentinha na grande área, Gabriel Poveda chutou cruzado, Luan Ribeiro deu rebote, e Ygor Catatau, sozinho e com o gol vazio, mandou a bola para fora.

O Sampaio Corrêa sentiu a chance desperdiçada e viu a Ponte Preta crescer na partida, porém, a defesa tricolor trabalhou bem e evitou maiores avanços dos donos da casa. Uma das raras tentativas da Ponte aconteceu aos 18 minutos, com Echaporã, que recebeu passe de Igor Formiga, bateu firme e só não acertou o gol porque Allan Godói conseguiu um leve desvio e mandou a bola pela linha de fundo.

Enquanto o Sampaio Corrêa sofria para trocar passes e pressionar no campo de ataque, a Ponte Preta esboçou uma pressão nos últimos minutos de partida no Moisés Lucarelli. Lucca, aos 38 minutos, quase marcou um belo gol pela Ponte em cobrança de falta que passou perto do ângulo esquerdo de Luiz Daniel. Depois disso, o Sampaio fechou os espaços dos donos da casa e confirmou o empate sem gols em Campinas.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA: Luan Ribeiro; Norberto (Igor Formiga), Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Douglas Mendes (Dodô); Artur, Felipe Amaral, Léo Naldi e Fessin; Echaporã (Da Silva) e Lucca. Treinador: Hélio dos Anjos

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel; Mateusinho, Allan Godói, Nilson Junior e Lucas Hipólito; André Luiz, Ferreira e Rafael Vila (Renatinho); Pimentinha (Maurício), Ygor Catatau e Gabriel Poveda (Eron). Treinador: Léo Condé

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.