Segundinha Maranhense

Chapadinha busca empate com o Imperatriz e confirma acesso à elite do Maranhense

Galo da Chapada voltará a disputar a primeira divisão do Estadual após 14 anos.

Gustavo Arruda / Imirante Esporte

- Atualizada em 24/09/2022 às 01h02
O Chapadinha vai disputar a primeira divisão do Estadual na próxima temporada.
O Chapadinha vai disputar a primeira divisão do Estadual na próxima temporada. (JV Pinto / Chapadinha FC / Arena São Francisco)

IMPERATRIZ - O Chapadinha Futebol Clube está de volta à elite do futebol maranhense após 14 anos de espera. Na partida de volta das semifinais da Segundinha, disputada na noite desta quinta-feira (22), o Galo da Chapada segurou a pressão do Imperatriz, que contava com o apoio da torcida no Estádio Frei Epifânio, arrancou o empate por 1 a 1 e garantiu a classificação para a final da divisão de acesso, já que venceu o primeiro jogo por 3 a 0, em São Luís. De acordo com o regulamento, os dois finalistas da Segundinha sobem para a primeira divisão estadual em 2023, substituindo os rebaixados Juventude Samas e Tuntum.

Na decisão da Segundinha Maranhense, o Chapadinha enfrentará o Maranhão Atlético, que se classificou após duas vitórias sobre o Sabiá. A final entre o Quadricolor e o Galo da Chapada será disputada em jogo único na tarde deste domingo (25), às 15h30, no Estádio Nhozinho Santos, com cobertura completa do Imirante Esporte e da rádio Mirante AM. Quem vencer, fica com a taça, enquanto um empate leva a decisão para os pênaltis.

Além da presença na final da Segundinha, o Chapadinha garantiu classificação para a Copa FMF, competição que começa em outubro e definirá os donos das últimas vagas restantes do estado na Série D e na Copa do Brasil de 2023. Além do Galo da Chapada, outras sete equipes estão confirmadas no torneio estadual: Moto Club, IAPE, Pinheiro, São José de Ribamar, Juventude Samas, Tuntum e Maranhão Atlético. O campeão da Copa FMF escolhe se quer disputar a Série D ou a Copa do Brasil na próxima temporada, enquanto o vice-campeão fica com a vaga que sobrar.

O jogo

Precisando de uma vitória por quatro gols de diferença, o Imperatriz foi ao ataque diante do Chapadinha e acumulou chances perdidas no primeiro tempo. Tony Love, em finalização de bicicleta aos 24 minutos, e Yure Silva, em cobrança de falta aos 36, pararam em grandes defesas de Danilo. O Galo da Chapada teve uma boa oportunidade aos 46, com Lenílson, que cobrou falta no canto esquerdo e obrigou Andrei a espalmar a bola pela linha de fundo.

Logo no primeiro minuto da etapa final, o Imperatriz deu uma esperança ao seu torcedor: Tony Love, aproveitando erro de Danilo na saída de bola, abriu o placar para o Cavalo de Aço. Empurrado pela torcida no Frei Epifânio, o Imperatriz foi com tudo para o ataque, porém, o Chapadinha se segurou bem, conseguiu o gol de empate aos 33 minutos e confirmou o tão sonhado acesso à elite maranhense em 2023.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.