Futebol

Há cinco anos no Palmeiras, Dudu pede paciência com garotos da base

Camisa 7 é um dos principais jogadores da história recente do Alviverde.
Imirante Esporte, com informações da Agência Palmeiras09/01/2020 às 23h33
Há cinco anos no Palmeiras, Dudu pede paciência com garotos da baseDudu, atacante do Palmeiras. (Cesar Greco / Agência Palmeiras / Divulgação)

SÃO PAULO - Dudu é um dos principais nomes da história recente do Palmeiras. Com 293 jogos, 68 gols, 75 assistências e três títulos conquistados pelo Verdão, sendo decisivo em todos eles, o camisa 7 completará cinco anos de clube no próximo sábado (11), uma marca rara no futebol atual. Mais experiente desde a sua chegada ao clube, o palestrino espera usufruir de sua longa vivência na equipe alviverde para auxiliar os garotos recém-promovidos das categorias de base.

“Eles fizeram um bom trabalho na base, ganharam vários títulos. Temos de ter calma com eles, paciência, porque não é qualquer um que chegará, botará a camisa e jogará logo de cara. Temos de orientá-los. Espero que eles possam ser úteis para a gente, que eles possam nos ajudar e que a gente os ajude”, afirmou, agradecendo o carinho demonstrado por Gabriel Veron na entrevista coletiva da última quarta-feira (08), na Academia de Futebol.

“Fico feliz por ele gostar de mim e ter carinho. Eu também passei por isso de ir da base para o time profissional do Cruzeiro, e eu também admirava os jogadores do profissional. São excelentes meninos, que já demonstraram talento nos jogos em que atuaram. Espero que eles possam evoluir ainda mais e nos ajudar. Temos de ter calma porque ele (Veron) tem apenas 17 anos. Sabemos que essa transição da base para o profissional é complicada. Espero que ele possa nos ajudar, mas temos de ter paciência”, declarou.

Dudu, inclusive, também tem ajudado os jovens fora das quatro linhas. “Ele (Veron) é um pouco fechado, tímido, assim como eu também fui quando eu estava subindo para o time profissional. A gente procura brincar com eles para deixá-los mais à vontade, não só em campo como fora. A gente fica feliz por tê-los aqui. Espero que eles possam jogar como jogaram na base e se divertirem com a gente também porque é muito importante. Eu estou feliz por estar com eles aqui, isso mostra que o Palmeiras dá valor aos jogadores da base”, falou o camisa 7, que não poupou elogios aos primeiros trabalhos do técnico Vanderlei Luxemburgo.

“Não tem nada disso (de ser ultrapassado). Pelo papo que tivemos com ele e pelos treinamentos que ele está passando, ele é super moderno. Eu nunca havia feito alguns treinos que ele está fazendo. É um ótimo treinador, vitorioso e tem tudo para nos ajudar a conquistar títulos neste ano”, concluiu.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.