Necessidade

Mesmo com “melhores do mundo”, Bauza pede cinco reforços

Para ele, saídas como a de Kieza já iniciaram o processo de reformulação.
Gazeta Esportiva01/04/2016 às 15h55

SÃO PAULO - O técnico Edgardo Bauza assegura estar satisfeito com o plantel atual do São Paulo, mas deixa claro que o clube precisa de alguns reforços no meio do ano se quiser almejar títulos na temporada. O treinador, que já avançou e recuou diversas vezes na discussão sobre a necessidade de contratações, classificou os jogadores à sua disposição como “os melhores do mundo no momento. Para ele, saídas como a de Kieza já iniciaram o processo de reformulação.

“Bom, alguns já foram, mas além disso, em julho, quando chegarmos à hora certa, tomaremos as melhores decisões. Por hoje, quem está no plantel é o melhor do mundo para mim. Temos só que potencializar com os quatro, cinco de julho. Pedi alguns atletas, mas não sei o que teremos”, comentou o treinador, que já sabe das futuras saídas do zagueiro Maicon e do atacante Calleri, emprestados apenas até o meio do ano.

Para Bauza, a necessidade de novas caras fica evidente com a dificuldade demonstrada pelos jogadores em fazer gols. Nos seis últimos jogos, por exemplo, foram apenas cinco gols marcados, isso diante de adversários como o Trujillanos, da Venezuela, o Botafogo-SP e o Linense.

“O que eu disse é que o time está em formação e é o que estamos fazendo. Não me refiro unicamente à parte defensiva, mas sim a tudo. O que melhoramos é a defesa, isso é fácil de ver. Mas, todavia, falta a nós o mais difícil no futebol, os últimos 30 metros. Falta trabalho, organização, para fazer os goles. Contra o Linense, não criamos as ocasiões de gol necessárias para ganhar o jogo. O tempo que leva para fazer isso? Não sei”, reconheceu o argentino, prometendo empenho para brigar pelos títulos tanto do Paulista quanto da Libertadores.

“Vamos tratar de chegar o mais longe, sair campeão do Paulista, avançar na Libertadores e, em julho, contratar os jogadores. Pedi à torcida que tenha um pouco de paciência, compreendo que queira ver o time campeão, mas tudo leva um tempo. O que eu vejo, sim, é que estamos melhorando em algumas coisas”, apontou.

Diante do Oeste, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no estádio do Morumbi, os são-paulinos buscam uma vitória para encaminhar a classificação no Campeonato Paulista e se preparar para encarar o Trujillanos-VEN, na terça, pela Libertadores.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.