Futebol

Arthur Elias convoca torcida do Brasil para segundo amistoso contra o Japão

Seleção Brasileira encara as japonesas neste domingo (3), às 11h, no Morumbi.

Imirante Esporte, com informações da CBF

- Atualizada em 02/12/2023 às 19h24
Arthur Elias, técnico da Seleção Brasileira.
Arthur Elias, técnico da Seleção Brasileira. (Staff Images Woman / CBF)

SÃO PAULO - O Brasil encerrou, neste sábado (2), a preparação para o segundo duelo diante do Japão. Na primeira partida, a Seleção venceu as japonesas por 4 a 3 na Neo Química Arena, em São Paulo (SP). Agora, as Guerreiras do Brasil enfrentam a equipe no Estádio do Morumbi, neste domingo (3), às 11h. Antes da partida, o técnico da Seleção Brasileira, Arthur Elias, destacou a importância da torcida para este duelo.

"A ideia de jogar aqui no Brasil é justamente para conseguirmos trazer o torcedor para perto da seleção, jogando o futebol que o brasileiro gosta. Eu espero que o Morumbi esteja cheio, lotado, com muito apoio para essas jogadoras que têm uma história linda, que representam também a nossa Seleção. Temos tudo para ter mais uma grande partida.”

Apesar da vitória na última partida diante do Japão, Arthur comentou sobre as oscilações de comportamento nos últimos jogos e enfatizou seu papel em ajudar as jogadoras a manterem a mentalidade forte, mesmo em momentos menos favoráveis na partida.

"Acho que uma das coisas mais importantes no futebol é o aspecto mental, porque a confiança para jogar é tudo. O jogo vai trazendo algumas situações que as atletas precisam saber se comportar", disse o treinador.

Desfalques na equipe devido à COVID-19

Na manhã deste sábado, Rafaelle também testou positivo para COVID-19, apresentando sintomas leves. Ela já está em isolamento no hotel em que a Seleção Brasileira está hospedada. A zagueira se junta à lista de desfalques, que já inclui Antonia e Aline Milene. O treinador lamentou a situação, mas enfatizou a confiança no restante do grupo.

“Foi obviamente muito ruim, porque são duas (Rafaelle e Antonia) excelentes jogadoras na mesma posição e função. Faz parte do futebol, eu estou acostumado com isso. Então, vão ter alguns ajustes táticos de sistema e também de troca de jogadoras, o que é natural desse processo. O mais importante é que elas estão bem, só testaram positivo, mas elas estão muito bem e eu confio em todas as atletas. A gente tem tudo para fazer um grande jogo.”

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.